Alunos da rede realizam avaliação somativa da Avaliar

Exame foi realizado por alunos do 2º, 5º, 7º e 9º anos com o intuito de analisar seus níveis de aprendizagem através de parceria com a UFJF

Quinta-Feira, 24/11/2022 | Secretaria Executiva de Comunicação .

Nos dias 22 e 23 de novembro, em 65 unidades de ensino de Angra dos Reis, alunos da rede municipal realizaram a avaliação somativa da Avaliar - Sistema de Avaliação da Rede Pública Municipal de Ensino. Na terça-feira, 22, alunos do 2º e 5º realizaram os exames, já na quarta-feira, 23, foi a vez dos estudantes de 7º e 9º anos. A avaliação é feita em parceria com o Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora (CAEd/UFJF). Os resultados serão divulgados em fevereiro de 2023.

– Firmamos uma parceria com a Universidade Federal de Juiz de Fora através do CAEd, o Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação, uma unidade de excelência em avaliação e diagnóstico de rede que possui parceria com o Ministério da Educação. Essa cooperação tem o objetivo de contribuir para a formação do sistema de avaliação da nossa rede, que é a Avaliar. Queremos aferir o conhecimento dos estudantes. A partir dos diagnósticos, traçaremos estratégias para combater os problemas de aprendizagem existentes – destacou Paulo Fortunato, secretário de Educação, Inovação e Juventude.

A Avaliar permite um diagnóstico individualizado do aprendizado dos alunos de Angra dos Reis, o que possibilita um melhor planejamento de políticas públicas para a educação para os próximos anos letivos, com o intuito de elevar a qualidade da educação pública municipal. As avaliações realizadas nesta semana continham questões de português e matemática no formato de múltipla escolha.

– Em agosto, alunos do 2º ao 9º ano já haviam realizado a avaliação formativa. Fizemos todo o processo de devolutiva de informações e já possuímos os diagnósticos de aluno por aluno, turma por turma e série por série. A avaliação somativa é estratégica para verificarmos sobre as etapas de conhecimentos nas jornadas pedagógicas de nossos estudantes nas séries concluintes, que são 2º, 5º, 7°, e 9º anos. Quero agradecer aos professores, estudantes, pais, diretores e pedagogos por ajudarem na evolução de nossa rede. Estamos juntos rumo à melhoria da educação pública de Angra dos Reis – acrescentou Paulo Fortunato.

CAEd

As avaliações diagnósticas e formativas são frutos de parceria entre o Ministério da Educação e o CAEd/UFJF com o objetivo de apoiar as redes de ensino na retomada das aulas presenciais e na recomposição das aprendizagens. A plataforma CAEd/UFJF reúne devolutivas pedagógicas, recursos formativos e ferramentas que possibilitam a professores e gestores o acompanhamento personalizado das aprendizagens.

O centro é referência em avaliação educacional em larga escala, formação de gestores da educação pública e desenvolvimento de tecnologias de gestão escolar. Além da avaliação em larga escala e da avaliação formativa, a parceria com o CAEd também possibilita a formação de gestores educacionais e desenvolve recursos, métodos e ferramentas que auxiliam na gestão das redes de ensino em um processo contínuo de inovação.

– A partir de parcerias, queremos ofertar melhores formações aos nossos profissionais, sejam docentes, pedagogos ou diretores, como também buscar auxílio focado nos nossos estudantes. Nesse momento pós-pandêmico, é muito importante que conheçamos a realidade pedagógica de nossos estudantes, para juntos trilharmos um caminho de auxílio em prol de uma melhor performance – concluiu Paulo.