Ônibus elétrico começa a rodar na linha Centro - Jacuecanga

Veículo, em fase de testes, deixará de emitir cerca de 300 kg de gás carbônico na atmosfera diariamente

Sexta-Feira, 23/09/2022 | Secretaria Executiva de Comunicação .

Começou a rodar nesta semana o ônibus elétrico com zero emissão de poluentes, resultado da parceria entre a Prefeitura de Angra, a Enel X, a Marcopolo e a Viação Senhor do Bonfim. Os cidadãos de Angra dos Reis agora contam com um ônibus super silencioso com Wi-Fi 4G, acessibilidade e ar-condicionado. A iniciativa faz parte do projeto estruturante Cidade Inteligente, desenvolvido pela Secretaria de Planejamento e Parcerias.

Levando em consideração o fato de que um ônibus comum emite 1,28 kg de gás carbônico por quilômetro rodado, o ônibus elétrico, que irá rodar entre 230 e 240km por dia, deixará de emitir à atmosfera uma média de 300,8 kg de gás carbônico diariamente. Angra dos Reis é o quinto município do estado a contar com ônibus elétrico, depois de Rio de Janeiro, Niterói, Volta Redonda e Maricá. Além de maior conforto à população, a tecnologia tem como objetivo impulsionar o turismo no município.

– Este ônibus é uma opção mais sustentável que irá reduzir a emissão de gases na atmosfera. Uma iniciativa muito boa da prefeitura, pensando no futuro. Que bom que já está em circulação. O ônibus tem mecanismos de acessibilidade mais modernos que irão ajudar a tornar mais rápido o processo de embarque das pessoas com deficiência. A cidade tem um fluxo muito grande de estudantes, e a internet do ônibus irá capacitá-los a produzirem material de estudos de dentro dele – comentou, ao andar pela primeira no ônibus, Ian Lopes, jovem aprendiz, morador da Jacuecanga.

Fabricado no Brasil, o veículo possui autonomia diária de 240km e é capaz de fazer quatro viagens de ida e volta na parte da manhã pela linha Centro – Jacuecanga e quatro viagens de ida e volta na parte da tarde. Ainda em fase de testes, ele conta com seus assentos finais indisponíveis. Atualmente, ele conta com capacidade para 17 passageiros em pé e 17 sentados, com seis bancos destinados a pessoas com deficiências, idosos e mulheres grávidas.

Os testes continuarão durante 30 dias, os 15 primeiros na linha Centro – Jacuecanga e 15 na linha Centro – Japuíba. As novas tecnologias no transporte público fazem parte das políticas públicas que visam impactar a economia, a empregabilidade e a sustentabilidade do município, com o intuito de beneficiar a vida das pessoas que residem ou o visitam.

O automóvel, de nome Attivi, da companhia Marcopolo, é composto por carroceria e chassi próprios, com tecnologia nacional e importada. Ele é recarregado diariamente por cerca de quatro horas antes de começar a circular. O projeto de eletromobilidade prevê o desenvolvimento de uma solução completa de mobilidade urbana sustentável para 2023, que englobará 80% da frota do transporte público de Angra, com o planejamento de se chegar a 100% futuramente.

– A emissão de menos poluição no meio ambiente é muito boa. É um ônibus à altura da grandeza que é Angra dos Reis. Ele vai ser um “case” de sucesso para o cenário do estado do Rio de Janeiro. Será importante, principalmente, para o setor turístico. Ele possuir internet é fundamental, porque quase tudo que você faz hoje, você precisa dela. Esperamos que a população tenha consciência e receptividade para preservar o ônibus, que é uma iniciativa excelente – destacou Sérgio, administrador, morador do Camorim.