Angra e Salvador debatem patrimônio histórico

Secretário de Cultura acompanhou projetos do município baiano em parceria com a iniciativa privada

Quinta-Feira, 11/08/2022 | Secretaria Executiva de Comunicação .

O secretário de Cultura e Patrimônio, Andrei Lara, cumpriu nessa terça-feira, 9, uma agenda de trabalho em Salvador, na Bahia. A pauta em questão foi a gestão dos espaços culturais públicos através da iniciativa privada. A capital baiana é referência em salvaguardar a sua memória.

– Salvador é exemplo nacional na exploração de seus equipamentos culturais e históricos sob regime de parcerias público-privadas. Fui muito bem recebido por toda a equipe da Secretaria de Cultura e firmamos um compromisso de tornarmos, em breve, Angra e Salvador cidades-irmãs, com o objetivo de uma cooperação mútua em expertise de patrimônio, com a supervisão do Iphan – disse Andrei Lara, que foi recebido por Andrea Carvalho, secretária de Cultura da capital baiana.

O secretário de Cultura de Angra conheceu espaços culturais que são geridos em parceria com a iniciativa privada e que são importantes ferramentas de fomento ao segmento.

– Temos que nos inspirar no que dá certo em outros locais e não tentarmos inventar algo novo. Continuaremos a olhar a cultura como uma ferramenta de transformação da sociedade, buscando, a cada dia, meios para fomentá-la em instância macro na vida de nossos munícipes. A parceria com a iniciativa privada, como faz Salvador, é exitosa e permite que a gestão atinja o cidadão na ponta. Guardadas as devidas proporções, os municípios são parecidos, pois são dos mais antigos do Brasil – frisou Andrei.