Prefeitura moderniza estrutura para ambiente digital 4.0

A tecnologia GED (Gerenciamento Eletrônico de Documentos) reduzirá gastos com papel enquanto a Fábrica de Softwares tornará digitais diversos serviços

Sexta-Feira, 08/07/2022 | Secretaria Executiva de Comunicação .

Rumo ao ambiente digital e com o intuito de se tornar uma gestão pública 4.0, o município, por meio da Secretaria de Planejamento e Parcerias, está celebrando dois contratos feitos por sistema de registros de preços homologados recentemente. O primeiro se refere ao GED, que será responsável por transformar todo o acervo de papel existente de prontuários da saúde e assistência social, históricos de alunos, memorandos, ofícios, documentações de recursos humanos e outros em conteúdo digital.

O principal objetivo do projeto é reduzir drasticamente a necessidade de papel nos documentos municipais já existentes e nos que são produzidos diariamente. Além de ser uma iniciativa sustentável e inteligente, o GED trará uma significativa redução de gastos com aquisição de papel para a gestão municipal nesse e nos próximos anos.

- O GED é o chamado papel zero. A partir dele, muitos documentos, hoje físicos, se tornarão digitais, rastreáveis, pesquisáveis e editáveis. Não se trata somente de cópias digitais, mas de documentos mais inteligentes. Com uma ferramenta de busca, será possível pesquisar nesses arquivos todo o seu conteúdo, até mesmo assinaturas eletrônicas - comentou André Pimenta, secretário de Planejamento e Parcerias.

Já o segundo contrato homologado é para a Fábrica de Softwares. A iniciativa tem como intuito demandar serviços de desenvolvimento web para um grupo externo de desenvolvedores, a fim de aumentar o quantitativo operacional para os projetos dessa área na gestão.

- A Fábrica de Software é outro mecanismo de modernização dos nossos serviços. A partir dele, por exemplo, queremos modernizar o site da Prefeitura de Angra e implementar serviços digitais que forneçam os horários e localidades em tempo real dos ônibus e dos caminhões de lixo, por meio de sistema de GPS. Queremos maximizar a digitalização dos serviços oferecidos, para que o cidadão possa dar entrada em um processo, emitir uma guia, pagar um documento ou executar algum protocolo digital de forma remota, de qualquer lugar - acrescentou o secretário.

Os dois contratos fazem parte de um projeto pleno de modernização da Prefeitura de Angra, que foi iniciado com a aquisição robusta de novos computadores, notebooks e tablets nos últimos anos.

- Tanto o GED quanto a Fábrica de Softwares foram contemplados em modelos de contratação de execução de serviço por demanda. Há um registro de preços para os dois contratos. A Prefeitura de Angra irá requisitar os serviços conforme houver demanda necessária, o que significa que os contratos podem não ser executados em suas totalidades - finalizou André Pimenta.

Os dois contratos se encontram no Portal da Transparência e todas as informações das licitações estão no site da Prefeitura de Angra.