Angraprev ganha prêmio nacional em “transformação digital”

Projeto Longevidade Digital busca capacitar aposentados e pensionistas com conhecimentos básicos para o uso de tecnologias

Terça-Feira, 21/06/2022 | Secretaria Executiva de Comunicação .

O Instituto de Previdência Social do Município de Angra dos Reis (Angraprev) ficou em segundo lugar no Prêmio Nacional de Inovação Previdenciária - Transformação Digital, promovido pela Associação Nacional de Entidades de Previdência dos Estados e Municípios (Aneprem). A entrega da premiação ocorrerá em São Luís, no Maranhão, no próximo dia 11 de julho. O reconhecimento foi devido à iniciativa do projeto Longevidade Digital.

A proposta do prêmio da Aneprem é estimular boas práticas de gestão previdenciária, reconhecer e valorizar as unidades gestoras que desenvolvem ações inovadoras previdenciárias em transformação digital.

O Angraprev lançou o projeto Longevidade Digital em novembro de 2021, com o intuito de possibilitar aos segurados e beneficiários conhecimentos básicos em tecnologias digitais, tornando-os autossuficientes em executar, com segurança, tarefas básicas digitais. Por meio de oficinas, o projeto busca capacitar aposentados e pensionistas em segurança digital, ampliando a autonomia e a inclusão no uso das novidades tecnológicas, cada vez mais assimiladas no cotidiano.

No início deste mês, o Angraprev ganhou também outros dois prêmios, concedidos pela Associação Brasileira de Instituições de Previdência Estaduais e Municipais (Abipem). Concorrendo com aproximadamente dois mil municípios, o Instituto de previdência angrense se destacou no 55° Congresso Nacional de Previdência da associação, sendo certificado por ficar em 11° lugar, no segmento de investimentos, e em 13° lugar, no segmento de responsabilidade previdenciária.

– Essas premiações confirmam o compromisso que o Angraprev vem mantendo em sua gestão, considerando sua missão, seus valores e principalmente sua visão, que é ser reconhecido pela sociedade como patrimônio do servidor público municipal e seus dependentes, pela sustentabilidade do regime e pela excelência da gestão – resumiu a presidente da autarquia, Luciane Rabha.