Campanha alerta população sobre o abuso infantil

Moradores receberam informativos com alerta sobre o abuso contra crianças e adolescentes

Quarta-Feira, 18/05/2022 | Secretaria Executiva de Comunicação .

Profissionais do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) da Prefeitura realizaram panfletagem nas ruas do Centro de Angra, pelo Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, lembrado nesta quarta-feira, 18 de maio.

Na distribuição de informativos, os profissionais da unidade conversaram com moradores sobre a importância de denunciar casos suspeitos de abuso infantil.

A moradora do bairro Belém, Ana Cláudia dos Santos, de 38 anos, foi uma das que aprovou a ação e disse que se mantém atenta aos pequenos detalhes no comportamento dos quatro filhos. Para ela, as campanhas contra o abuso devem ser intensificadas.

- A gente sempre escuta um caso ou outro de denúncias que precisam ser levadas muito a sério. Às vezes, temos um abusador de criança bem perto dos nossos olhos, mas não conseguimos identificar, por isso sou muito favorável a estas orientações – disse Ana Cláudia.

Nas abordagens, secretário e equipes do CREAS convocaram a população a ficar atenta às mudanças de comportamento dos menores. Entre os sinais de alerta estão as crianças e adolescentes que surgem, frequentemente, com dinheiro sem explicar a procedência; e os que apresentam cansaço durante o dia ou possuem doenças sexualmente transmissíveis.

- É uma data de fundamental importância para a nossa sociedade que é convidada a se mobilizar, sensibilizar e se informar dessa luta em defesa dos direitos das crianças e adolescentes. Queremos nossos pequenos seguros, protegidos e livres do abuso e da exploração sexual – ressaltou o secretário de Desenvolvimento Social e Promoção da Cidadania, Eduardo Sampaio.

Segundo o CREAS, somente no ano passado, 104 casos envolvendo abuso de crianças e adolescentes foram registrados em Angra dos Reis. No país, de acordo com Dados do Comitê Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes e à Rede ECPAT Brasil, a cada hora, três crianças são abusadas no Brasil. Cerca de 51% têm entre 1 e 5 anos de idade.

DENÚNCIAS
Casos suspeitos de abuso infantil devem ser denunciados em Angra dos Reis aos seguintes órgãos:

CREAS
Rua Almirante Machado Portela, 58 - Balneário
Telefone – (24) 336 5167

Conselho Tutelar
Rua 11 de Junho, 51 – Centro
Telefones – 3365 3522 ou 3365 6452

166º Delegacia de Polícia Civil
Rua Coutinho, 6 – Centro
Telefones – 3377 8739 ou 3377 8553

DEAM – Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher
Rua Dr. Coutinho, 6 – Centro
Telefones – 3377 3315 ou 3377 4812