Secretários visitam obras de drenagem

Intervenções têm como objetivo reduzir alagamentos nas áreas urbanas de Angra

Sexta-Feira, 21/01/2022 | Secretaria Executiva de Comunicação .

O secretário de Governo, Cláudio de Lima Sírio, e o secretário de Desenvolvimento Regional, Tiago Scatulino, visitaram nesta manhã de sexta-feira, 21, algumas das obras de drenagem em andamento realizadas pela Prefeitura de Angra. Eles estiveram nas ruas Itatiaia e São João da Barra, na Japuíba; e no Encruzo da Enseada. As obras têm como objetivo dar continuidade ao empenho da atual gestão municipal para reduzir os alagamentos nas áreas urbanas do município.

A primeira obra visitada foi a da rua Itatiaia, na Japuíba. A escavação já foi iniciada na rua transversal, a Japoranga. Serão aproximadamente 190 metros de extensão de drenagem pela rua (fora os ramais para os ralos), utilizando em torno de 200 manilhas de 400mm.

A intervenção da prefeitura atende a pedidos de moradores e comerciantes locais, para que seja solucionado o problema dos alagamentos na rua. Margarida Silva, dona de um bar na parte mais baixa da Itatiaia, fala sobre o transtorno:

– Nós, desse trecho, somos os mais prejudicados. Aqui se forma uma bacia d’água e entra água dentro do estabelecimento. Quando os carros passam, piora a situação, porque eles jogam ainda mais água dentro do bar. Mas estamos otimistas com essa obra para que as coisas melhorem – disse a comerciante.

Em seguida, os secretários municipais e equipes foram para a rua São João da Barra, onde a obra está um pouco mais adiantada. Dos 420 metros de rede que serão substituídos por novo manilhamento, faltam apenas 100 metros para serem executados. A obra, que também inclui a colocação de nove caixas de passagem e 18 ralos, deve ser concluída em 20 dias. Aproximadamente cem casas serão beneficiadas.

Depois eles seguiram para o Encruzo da Enseada e conferiram a obra que lá se iniciou nesta semana. Serão 75 metros de manilha de 1.000mm para evitar, principalmente, o problema da lama provocada pelas chuvas. O resíduo desce da rua transversal e obstrui a pista principal, do Contorno.

A obra deve estar concluída em cerca de 20 dias, tempo necessário para a escavação, colocação das caixas de drenagem e das manilhas, rejunte do material e recolocação do asfalto, atendendo a toda a população da Enseada até o Retiro.

As intervenções estão sendo executadas pela Secretaria de Desenvolvimento Regional/Secretaria Executiva de Serviço Público. Cláudio Sírio, secretário municipal de Governo, destaca que os trabalhos têm sido feitos principalmente com base no diagnóstico traçado durante as últimas chuvas.

– Além desse nosso mapeamento dos pontos de alagamento, estamos levando em conta também o vencimento da vida útil do sistema de drenagem de alguns locais – disse ele, referindo-se ao desgaste natural de algumas obras antigas.

As intervenções dão continuidade a uma sequência de construções de novos sistemas de drenagem que, desde o ano passado, contemplou bairros como Frade, Parque Mambucaba, Parque das Palmeiras, Village etc.