Prefeito se reúne com governador do Rio

Foram apresentadas ao Governo do Estado propostas de melhorias nas áreas da saúde, obras e meio ambiente

Quarta-Feira, 17/03/2021 | Superintendência de Comunicação .

O prefeito de Angra teve um compromisso importante na tarde desta quarta-feira (17). Ele participou de uma reunião, no Palácio da Guanabara, com o governador em exercício do Rio de Janeiro. Na ocasião ele apresentou propostas ao Governo do Estado para garantir melhorias nas áreas da saúde, obras e meio ambiente.

Em relação ao coronavírus o prefeito e seus secretários apresentaram um resumo de tudo o que foi feito até agora pelo o município no enfrentamento à pandemia. Diante da decisão do Governo do Estado de que a regulação dos leitos de covid-19 em todo o estado passasse a ser feita pela Superintendência Estadual de Regulação, o município fez algumas solicitações.

A primeira foi a autorização de faturamento dos leitos de CTI do Centro de Referência (Santa Casa) e a segunda foi a disponibilização de recursos para o pagamento dos repasses em aberto e dos próximos, pelo menos até junho. Esses repasses se referem aos 20 leitos requisitados pelo Estado, cujo atual repasse não cobre os custos, a prefeitura então solicitou uma complementação.

O Hospital Municipal da Japuíba (HMJ) também esteve em pauta. Os representantes da prefeitura apresentaram o pedido de habilitação dos leitos de CTI, sendo necessária uma vistoria da Vigilância Sanitária do Estado, e também a finalização da habilitação dos leitos de UTI neonatal.

Na parte ambiental, o município apresentou ao governador a proposta de lei que municipaliza a APA de Tamoios. Com a municipalização a cidade poderá uniformizar a legislação, acabando com os conflitos e podendo desenvolver com sustentabilidade seu território.

Outro tema abordado foi obras. Angra pede o ressarcimento dos recursos do município utilizados no projeto Somando Forças, no Parque Mambucaba, e o retorno das obras de contenção de encostas, motivadas pela tragédia de 2010 que encontram-se paralisadas.

O resultado do encontro, ao qual também estiveram presentes a deputada estadual representante do município e o secretário de Estado de Governo, foi considerado positivo. O governador em exercício determinou o encaminhamento para as providências burocráticas, de forma com que as demandas de Angra sejam viabilizadas.

Acompanhando o prefeito estavam ainda os secretários municipais de Governo e Relações Institucionais e o de saúde, o presidente do Instituto Municipal do Ambiente de Angra dos Reis (Imaar) e o procurador-geral de Angra.