Extração irregular de mineral flagrada no Marinas

Denúncia feita ao Linha Verde do Disque Denúncia orientou o trabalho da polícia ambiental

Sábado, 20/02/2021 | Superintendência de Comunicação .

Policiais militares lotados na Unidade de Policiamento Ambiental (Upam) da Reserva Ecológica da Juatinga constataram, nessa sexta-feira (19), a veracidade de uma denúncia sobre extração irregular de substância mineral encaminhada ao Linha Verde (0300 253 1177) – programa do Disque Denúncia Angra voltado para o meio ambiente.

A denúncia mencionava que, no bairro Marinas, um homem vinha cortando um barranco utilizando uma escavadeira e um trator, com o objetivo de extrair ilegalmente o barro da encosta. De posse das informações, os policiais foram ao local indicado onde constataram o corte de talude e a extração mineral citados na denúncia, mas, no momento da fiscalização, não havia nenhum responsável. Com base no artigo 55 da lei de crimes ambientais, os policiais procederam à 166ª DP, onde a ocorrência foi registrada.

Somente nesses dois primeiros meses do ano, o Linha Verde do Disque Denúncia, serviço conveniado à Prefeitura de Angra, por meio da Secretaria Executiva de Segurança Pública, já cadastrou 67 informações sobre crimes ambientais no município. Para denunciar, a população pode ligar para o telefone 0300 253 1177 (custo de ligação local) ou utilizar o aplicativo “Disque Denúncia RJ” para celulares, enviando fotos e vídeos, sempre com a garantia do anonimato.