Com baixa ocupação, Angra desativa mais 10 leitos de covid

Caso os números voltem a subir, município reativará as vagas

Sexta-Feira, 19/02/2021 | Superintendência de Comunicação .

A ocupação hospitalar e a procura por atendimentos médicos relacionados ao coronavírus, em Angra dos Reis, estão em queda. Por esses motivos, a Prefeitura de Angra, por meio da Secretaria de Saúde, decidiu desativar alguns leitos no Centro de Referência Covid-19 e duas unidades de pré-atendimento.

Desde o dia 02 de fevereiro, o Centro de Referência Covid-19, estruturado na Santa Casa, vinha funcionando com 50 leitos ativos, sendo 30 clínicos e outros 20 de UTI. Na quinta-feira (18), a unidade de saúde estava com apenas 13 dos seus 50 leitos ocupados. Devido a essa redução, partir de segunda-feira (22), a unidade de saúde passará a contar com 40 leitos ativos, sendo 20 clínicos e 20 de UTI.

- Além da diminuição das internações, temos que prezar também pelo princípio da economicidade na gestão pública, por isso optamos pela redução. Angra dos Reis dispõe ainda de outros 80 leitos próprios que, havendo a necessidade, podem ser ativados em 24 horas – explicou o secretário de Saúde.

“Tendas” do Frade e UPA serão desativadas

A Secretaria de Saúde informou também que a partir das 7h deste sábado (20) vai desativar as unidades de pré-atendimento da Covid-19 que funcionam no Frade e em frente à UPA Infantil, na Japuíba. Continuarão abertas, todos os dias, das 7h às 19h, as unidades do Centro, Jacuecanga, Parque Mambucaba e a da Japuíba (em frente ao Hospital Municipal da Japuíba).