Prefeitura de Angra busca gestão ambiental integrada

Presidente do Imaar cumpriu uma extensa agenda com órgãos federais, em Brasília

Sexta-Feira, 17/07/2020 | Superintendência de Comunicação .

Promover o desenvolvimento sustentável da Baía da Ilha Grande por meio de uma gestão ambiental integrada. Foi com este objetivo que, nessa quinta-feira (16), o presidente do Instituto Municipal do Ambiente de Angra dos Reis (Imaar) participou de reuniões em Brasília, na Secretaria Nacional de Ecoturismo, no Ministério do Turismo e no Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

A primeira agenda foi na Secretaria Nacional de Ecoturismo, onde o presidente do Imaar se reuniu com o secretário da pasta. Em pauta, o desenvolvimento do ecoturismo na Baía da Ilha Grande.

– Encaminhamos projetos que visam desatar gargalos que impedem o desenvolvimento sustentável da nossa região. Foi uma reunião muito boa – avalia o representante da Prefeitura de Angra.

Em seguida, a reunião foi no Ministério do Turismo, com o coordenador de Aproveitamento de Ativos Naturais e o coordenador-Geral de Atração de Investimentos.

– Apresentamos a proposta do município em relação à retomada do turismo após a pandemia, para garantir o ordenamento náutico e o controle do acesso de turistas. Nós já temos uma medida em prática, que é a criação do Grupamento Ambiental e Marítimo da Baía da Ilha Grande, e estamos trabalhando a questão da regulamentação do transporte náutico e o controle de acesso de turistas na Ilha Grande. As propostas foram muito bem aceitas pelo Ministério do Turismo – comenta o secretário municipal, que também entregou o projeto a um senador buscando a viabilização do desenvolvimento sustentável da Costa Verde, que é uma bandeira do Governo Federal.

A última agenda foi no Ibama, onde o secretário conversou sobre os conflitos de entendimento no âmbito do licenciamento ambiental com o presidente do órgão.

– Foi um dia muito produtivo, em que pudemos estreitar relações e resolver gargalos ambientais de Angra. O município está se preparando e caminhando para fazer uma gestão integrada ambiental – conclui o presidente do Imaar.