Plano de Condução Social na Covid-19 para o ‘Novo Normal’

Avaliação leva em consideração a propagação da doença e a capacidade de atendimento à população do município de Angra dos Reis

Sexta-Feira, 03/07/2020 | Superintendência de Comunicação .

O município de Angra dos Reis conta com um importante aliado na luta contra o novo coronavírus: o Plano de Condução Social na Covid-19 para o ‘Novo Normal’, elaborado pelo Gabinete de Crise da Secretaria de Saúde, com base em estudos da Organização Mundial de Saúde (OMS), Organização Panamericana de Saúde (OPAS), Fiocruz, UFRJ e UFF.

O objetivo do plano é controlar a pandemia, desacelerar a transmissão e reduzir a mortalidade. Para isso, a identificação de cada cenário irá auxiliar o município a adotar as medidas sanitárias de flexibilização ou restrições sobre o funcionamento de serviços, assim como promover ações em saúde pública necessárias. O plano levou em consideração todos os segmentos inclusos nos decretos municipais.

Os indicadores serão divulgados, semanalmente, às sextas-feiras, e levam em conta a propagação da doença, por meio de uma análise da taxa de crescimento de novos casos em um período de sete dias, a quantidade de pacientes internados em leitos clínicos e leitos UTI nas redes pública e privada de saúde e o número de casos ativos, além do número de óbitos devido à infecção por Covid-19.

De acordo com o Gabinete de Crise da Secretaria de Saúde, “o resultado final do chamado ‘Covidômetro’ será obtido por meio da relação entre pesos e fatores dos 12 indicadores eleitos para o monitoramento do cenário epidemiológico da Covid-19”.

Os possíveis cenários são: Verde - Alerta (pontuação menor que cinco); Amarelo – Alerta Máximo (pontuação entre 5 e 10), Laranja – Atenção Máxima (pontuação entre 10 e 15) e Vermelho – Situação Grave (pontuação maior que 15). Destacamos que os cenários devem considerar a pontuação de duas semanas para a adoção de medidas.

– O cenário Verde é o nosso ‘Novo Normal’ provocado pela pandemia de Covid-19, onde a população deve atender todas as orientações e medidas sanitárias como o distanciamento, o uso de máscara frequente, lavagem das mãos com água e sabonete líquido e utilização de álcool gel na impossibilidade de lavar as mãos, dentre outras. Os demais cenários apontam para medidas restritivas que nortearão os decretos municipais – explica o secretário de Saúde.

De acordo com a última análise, realizada no dia 2 de julho, o município de Angra dos Reis se encontra no cenário Amarelo – Alerta Máximo, com pontuação 5,7. Para este cenário, por exemplo, a orientação é que escolas, bibliotecas, museu, teatro e cinema permaneçam fechados, por exemplo.