Boletim Epidemiológico – 21 de maio

Novo coronavírus

Quinta-Feira, 21/05/2020 | Superintendência de Comunicação .

De 01 de janeiro de 2020 até às 16h desta quinta-feira (21), o município de Angra dos Reis apresentou 3.502 casos notificados. No momento, há 548 casos confirmados de coronavírus – 117 pacientes testaram positivo em exames feitos pelo Laboratório Central Noel Nutels (Lacen) e 431 pelo teste rápido. Destes, 166 já estão recuperados. Há 18 mortes confirmadas pela doença na cidade e outras 10 estão sendo investigadas.

Ressalta-se que 115 casos foram descartados – exame de swab negativo para Covid-19 – e permanecem 2839 casos suspeitos (síndromes gripais), sendo 1.371 em isolamento domiciliar e 1.468 já recuperados. Entende-se como casos recuperados aqueles que cumpriram o período de isolamento domiciliar de 14 dias e estão sem sintomas, conforme acompanhamento da equipe de monitoramento da Secretaria de Saúde.

No total, entre pacientes confirmados com coronavírus e com suspeita da doença, 54 pessoas estão internadas. O Centro de Referência para Covid-19 (Santa Casa) atende no momento a 43 pacientes, o que corresponde a uma taxa de ocupação hospitalar de 43%.

Ressalta-se que os casos de Síndrome Gripal também são considerados casos suspeitos de COVID-19, conforme Portaria Nº 454, de 20 de março de 2020/MS e Nota Técnica – SVS/SES-RJ Nº 09/2020, de 4 de março de 2020.

O Teste Rápido de COVID-19 é um exame capaz de detectar a presença de anticorpos (IgG e IgM) por meio da coleta de uma gota de sangue. O resultado fica disponível no intervalo de 10 a 20 minutos. Os novos casos confirmados apresentam clínica compatível com a doença, vínculo epidemiológico e Teste Rápido Positivo.

Os números apresentados são dinâmicos e na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, podem sofrer alterações. Um novo boletim, com dados atualizados, será divulgado amanhã (22).

A partir do Decreto Municipal Nº 11.625, de 21 de abril de 2020, fica obrigatório o uso de máscara pela população nos espaços abertos ao público, ou de uso coletivo, inclusive os comerciais. As demais medidas recomendadas pelo Ministério da Saúde, como a higienização das mãos, a etiqueta respiratória e o distanciamento social, também devem ser seguidas.