Secretaria de Saúde realiza ação nos equipamentos sociais

Centro de Atenção à População em Situação de Rua, Casa Abrigo e Asilo receberam visitas técnicas

Quinta-Feira, 07/05/2020 | Superintendência de Comunicação .

Para preservar os funcionários e usuários dos equipamentos sociais em relação ao novo coronavírus, a Secretaria de Saúde tem realizado vistorias nos espaços, com o intuito de orientar sobre as medidas de prevenção e controle que devem ser implementadas em situação de pandemia de Covid-19. A ação já aconteceu no Centro de Atenção à População de Rua, na Casa Abrigo e no Asilo São Vicente de Paula e ainda vai ser realizada em outros espaços.

A utilização de testes rápidos nos casos suspeitos também é efetuada e, nessa terça-feira (5), a equipe móvel do Núcleo de Verificação de Teste Rápido realizou a testagem de 35 pessoas no Centro de Atenção à População de Rua, no Bracuí. Todos os usuários (20) e funcionários (15) do equipamento mantido pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Promoção da Cidadania testaram negativo para Covid-19.

Na segunda-feira (4), o Departamento de Vigilância Sanitária foi até o espaço para verificar as práticas de isolamento e as medidas para evitar ou reduzir a transmissão de microrganismos durante a pandemia. Após a vistoria, a equipe da Saúde deixou algumas orientações, como o uso de máscara por profissionais e usuários e a necessidade do distanciamento entre abrigados, mesmo com o uso de máscaras, para evitar aglomerações. Também foi realizado teste rápido em um funcionário que apresentou sintomas gripais há aproximadamente 30 dias. O resultado foi negativo.

CASA ABRIGO

Também mantida pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Promoção da Cidadania, a Casa Abrigo da Criança e do Adolescente, no Areal, também recebeu uma ação da Saúde, por meio das equipes de Vigilância Epidemiológica e Atenção Básica.

Profissionais do Núcleo de Verificação de Teste Rápido estiveram no equipamento nos dias 28, 29 e 30 de abril. Foram testados 33 funcionários e 12 abrigados. Dez profissionais e três abrigados testaram positivo.

Também havia na Casa Abrigo quatro funcionários sintomáticos que testaram negativo. Eles foram afastados para isolamento domiciliar e orientados a repetir o teste rápido. Todos os profissionais, abrigados e seus familiares estão sendo acompanhados e testados pela equipe de monitoramento móvel da Vigilância Epidemiológica.

ASILO

A equipe da Vigilância Epidemiológica também investigou, no dia 28 de abril, a ocorrência de Covid-19 no Asilo São Vicente de Paula, no Centro da cidade. Segundo os administradores, a instituição, que possui 20 funcionários e 23 idosos, cumpre as normas técnicas de higienização e faz o uso de máscaras.

Foi verificado que nenhum dos idosos apresentou sintomas respiratórios e três dos funcionários apresentaram sintomas em março, cumpriram o isolamento domiciliar e já retornara ao trabalho.

A Secretaria de Saúde vai agendar uma visita ao asilo para realizar a testagem rápida nos idosos e nos funcionários, principalmente nos que apresentaram síndrome gripal.