Boletim Epidemiológico - 30 de março

Novo coronavírus

Segunda-Feira, 30/03/2020 | Superintendência de Comunicação .

De 01 de janeiro de 2020 até às 17 horas desta segunda (30), o Município de Angra dos Reis registrou 36 com suspeita clínica de infecção pelo novo coronavírus, sendo que 20 já foram descartados e 15 aguardam análise laboratorial. A classificação de casos suspeitos, no momento, é a seguinte: dos 15 casos que ainda estão em investigação, 13 estão em isolamento domiciliar e dois estão internados.

No fim da tarde de hoje (30), o Laboratório Central de Saúde Pública Noel Nutels (Lacen/RJ) confirmou o primeiro caso de Covid-19 em Angra dos Reis. Trata-se de uma paciente de 38 anos, gestante. Ela está em isolamento domiciliar desde o dia 17 e seu quadro de saúde vem melhorando. Ela reside com a mãe de 60 anos, o marido de 40 e um filho de seis anos de idade. Todos estão sendo monitorados pela equipe de Vigilância Epidemiológica da rede e passarão pelo teste para saberem se também contraíram o vírus.

A paciente foi à cidade do Rio de Janeiro no último dia 10 e, logo depois, começou a sentir os sintomas da doença. Vale ressaltar que a mulher vem cumprindo o protocolo de isolamento determinado pela Saúde do município mas, mesmo assim, a equipe já está em contato com a mesma para coletar informações sobre todas as pessoas com quem ela teve contato nos últimos dias para também monitorá-las.

Conforme Portaria Nº 454, de 20 de março de 2020/MS, que mudou os critérios para definição de casos, e Nota Técnica – SVS/SES-RJ Nº 09/2020, de 24 de março de 2020, que alterou o sistema de monitoramento passando a incluir a Síndrome Gripal (SG) como de interesse de notificação, iremos informar o quantitativo de casos. A partir de 24 de março de 2020 foram constatados no município 82 casos de síndrome gripal.

Seguindo as orientações do Ministério da Saúde, as pessoas com síndrome gripal não fizeram teste para Covid-19, mas são monitoradas diariamente por uma equipe médica da Secretaria de Saúde. Os médicos orientam e também acompanham a evolução, ou não, dos casos, mantendo o isolamento domiciliar ou encaminhando para novo atendimento nas Estratégias de Saúde da Família, Centro de Especialidades Médicas ou Serviço de Pronto Atendimento, conforme os sintomas que informarem.

Ressalta-se que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, podem sofrer alterações. Um novo boletim, com dados atualizados, será divulgado amanhã (31).

Lembramos que, no momento, não há recomendação para uso de máscaras para a população no geral. Quem estiver saudável não precisa se preocupar com isso. Mas todos devem sempre fazer a higienização das mãos com água e sabão ou álcool gel, e evitar contato com mucosas de nariz, boca e olhos. São cuidados simples e importantes, que devem ser frequentes para prevenir doenças contagiosas.