Praias e ilhas de Angra com o acesso proibido para turistas

Contra a pandemia do coronavírus, recomendação é para que moradores de Angra evitem sair de casa

Quinta-Feira, 19/03/2020 | Superintendência de Comunicação .

O fechamento do acesso à Baía da Ilha Grande para turistas, por meio do decreto nº 11.596, de 17 de março de 2020, que declara situação de emergência motivada pelo enfrentamento ao coronavírus, vale para todas as praias e ilhas de Angra dos Reis, incluindo aquelas localizadas no continente.

Inicialmente, a Fundação de Turismo de Angra dos Reis – TurisAngra havia feito uma recomendação específica, relacionada ao acesso à Ilha Grande. Com a publicação do decreto de emergência, ficou decidido, com o aval do Gabinete de Crise, que a vedação do acesso deveria se estender a toda a Baía da Ilha Grande.

Ilhas como Cataguás, Botinas e Gipoia, muito populares entre aqueles que visitam o município, também estão com o acesso fechado para os turistas, assim como as atividades comerciais de turismo estão proibidas na Baía da Ilha Grande – aluguel de lanchas, taxi boats e saveiros, por exemplo. A recomendação não apenas da TurisAngra e do Angra e Ilha Grande Convention & Visitors Bureau, mas de órgãos como o Ministério do Turismo, é de que as pessoas que tenham agendado passeios e hospedagens voltados à Baía da Ilha Grande neste período reagendem, em vez de cancelar, na intenção de ajudar o setor.

Apesar de não haver proibição de acesso às praias para os moradores de Angra, a orientação é para que as pessoas fiquem em casa, como medida de combate à propagação do coronavírus.