Modernização da iluminação pública de Angra avança

Foram implantadas novas lâmpadas de LED no Parque Mambucaba, na Estrada da Banqueta e na Serra D’Água

Terça-Feira, 17/12/2019 | Superintendência de Comunicação .

A Prefeitura de Angra, por meio do Departamento de Iluminação Pública da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, continua promovendo melhorias na iluminação da cidade. Recentemente, foram implantadas 62 lâmpadas de LED na reta da Rio-Santos, na altura do Parque Mambucaba, e a avenida Francisco Magalhães Castro, a principal do bairro, recebeu 45 novos pontos de iluminação. Além disso, a via recebeu nova sinalização de trânsito horizontal.
A Estrada da Banqueta também está mais iluminada, com 99 novos pontos de LED, e a Serra D´Água, ao longo da rodovia Saturnino Braga, recebeu 36 lâmpadas. As mudanças não param por aí. A previsão é que cerca de 200 luminárias sejam implantadas na Estrada do Contorno, até o ponto final de ônibus da Praia da Figueira. Vale destacar que, atualmente, a rede de iluminação pública de Angra possui mais 20 mil pontos de luz de LED, cobrindo ruas, praças, praias e quadras esportivas.
Ao mesmo tempo, a Prefeitura de Angra está trabalhando em um projeto de concessão administrativa (parceria público-privada – PPP) visando a implantação, instalação, recuperação, modernização, eficientização, expansão, operação, manutenção e melhoramento de 100% da rede de iluminação de todo o município. A PPP de Iluminação Pública prevê 100% de troca de luminárias para a tecnologia LED, ao longo de 36 meses, gerando uma economia de 42,5% na conta e 100% de eficientização da norma técnica.
O meio ambiente também será beneficiado, pois o LED não possui mercúrio em sua composição. Haverá uma economia mensal de 25 toneladas de emissão de CO2, e o descarte de resíduos será ambientalmente correto, tudo com certificação ISO 14.001. O valor da contraprestação mensal será de, no máximo, R$ 489,2 mil. O prazo de concessão é de 15 anos. O projeto foi apresentado pelo prefeito, no último dia 11, na Bolsa de Valores de São Paulo – B3, a 17 empresas interessadas em participar do certame, previsto para o mês de fevereiro.