Prefeitura premiou profissionais da Educação Infantil

A 12ª edição do Educresce reuniu projetos de várias temáticas e unidades de ensino de Angra

Terça-Feira, 03/12/2019 | Superintendência de Comunicação .

A Secretaria de Educação da Prefeitura de Angra realizou, na última sexta-feira, dia 29, no auditório do Colégio Naval, a cerimônia da 12ª edição do Prêmio Educação Infantil em Crescimento (Educresce). O evento reuniu uma plateia com cerca de 700 profissionais e apresentou ao público os projetos de maior destaque na Educação Infantil em 2019, incluindo premiação para os melhores.

O Educresce conta com a coordenação do Departamento de Educação e visa estimular e valorizar práticas educativas de qualidade que possam servir de referência a outros profissionais, tendo o educador como principal agente do processo de melhoria do atendimento às crianças até cinco anos. A iniciativa contribui também para valorizar os profissionais que atuam nas unidades de ensino da rede municipal, reafirmando a gestão democrática e a qualidade social da educação.

Após uma palestra com o professor e doutor Nilbo Nogueira, da área de educação, sobre “pedagogia de projetos”, na qual apresentou diretrizes para formatação, planejamento e acompanhamento de projetos educacionais, os projetos de 2019 foram apresentados. Houve projetos sobre música, dança, alimentação, meio ambiente, dentre outras temáticas.

Foram três as categorias: berçário, atividade e pré-escola. Na categoria berçário, os premiados foram “Caixinha de música” (Cemei Vilton Eurico/professora Luciana Antoniol Henriques); “Música no berçário” (Cemei Maria Lúcia Cardoso Pereira/professora Fabiane Lourdes de Carvalho) e “O sítio do seu Lobato” (Cemei Júlia Moreira da Silva/professora Antônia Ferreira).

Na categoria atividade, os agraciados foram “No quintal da nossa escola” (Cemei Dolores Gritten Del Castilho/professora Elisângela de Aquino Farias Mattos Reis), “Quem canta seus males espanta” (Cemei Parque Mambucaba/professora Lívia Mara de Oliveira Leite), “Minha família na creche” (Cemei Jair Landim de Almeida/professora Ana Paula Cruz Cardial Coelho), “Culturando” (Cemei Monteiro Lobato/professora Daiana Carlos Ribeiro Ângelo), “Meu corpo... quem?” (Cemei Júlia Moreira da Silva/professora Micaella Cassiano dos Santos), “Se ela canta, eu danço” (Cemei Júlia Moreira da Silva/professora Alessandra Dias).

Os projetos premiados na categoria pré-escola foram “1,2,3 maracujá” (Cemei Dolores Gritten Del Castilho/professora Thaís Simões Xavier da Costa), “Respeito, valorização e diversidade” (Escola Municipal Morada do Bracuhy/professora Beatriz Galvão), “Alimentação saudável: comer, comer... é o melhor para poder crescer” (Escola Municipal Santos Dumont/professora Ângela Lúcia Cunha Lucas Dias), “De onde vem o leite?” (Cemei Dolores Gritten Del Castilho/professora Amanda de Jesus Menezes).

A comissão de cada categoria, formada por diversos profissionais com experiência na educação da rede municipal, analisou os projetos de acordo com os critérios contidos no regulamento do prêmio, como criatividade, consistência pedagógica, consideração, clareza quanto às diretrizes da Educação Infantil, clareza em relação ao objetivo a ser alcançado e, principalmente, o tema do projeto partir de uma necessidade ou curiosidade da criança.