Sarampo: campanha foca nos adultos de 20 a 29 anos

Faixa etária é a que concentra a maior parte dos casos da doença no Brasil

Terça-Feira, 19/11/2019 | Superintendência de Comunicação .

Adultos de 20 a 29 anos, não-vacinados ou com esquema vacinal incompleto, são o público-alvo da segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação contra o sarampo, que teve início nesta segunda-feira (18) e vai até 30 de novembro.

Devem se vacinar com a tríplice viral (caxumba, rubéola e sarampo) aqueles que nunca se vacinaram, os que tomaram apenas uma dose ou os que não possuem registro em caderneta de vacinação. Em Angra dos Reis a imunização acontece em todas as unidades de saúde que possuem sala de vacina.

No dia 30 de novembro vai acontecer o Dia D de imunização, um sábado em que os postos de saúde ficarão abertos para realizar a aplicação de doses. Após essa data, a vacina segue disponível de acordo com o calendário básico.

- Temos a meta de vacinar 95 % do público-alvo infantil por isso vamos fazer a abordagem do adulto e manter a vacinação dos seis meses até quatro anos para fazer as três doses da infância – informou a diretora do Departamento de Saúde Coletiva.

A faixa etária de 20 a 29 anos concentra o maior número de casos de sarampo no Brasil. Dos 10.429 casos confirmados da doença no país até o dia 26 de outubro, 1.729 (16,5%) são em pessoas nesta idade.

Angra dos Reis tem apenas um caso confirmado de sarampo, registrado no Parque Mambucaba, e que evoluiu para a cura.


PRIMEIRA FASE

A primeira fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a doença aconteceu em outubro, com foco nas crianças acima dos seis meses e menores de cinco anos. Em Angra, a cobertura obtida foi:

- Crianças de 6 a 11 meses – 88,86% da estimativa calculada pelo Ministério da Saúde

- Crianças de 1 ano a menor de 2 anos – 124,43%. Ou seja, o número de crianças vacinadas foi superior a estimativa calculada pelo Ministério da Saúde.

Ainda na primeira fase da campanha, 127 crianças entre dois e quatro anos, que estavam com atraso da vacina tríplice viral, realizaram a imunização.







Secretarias relacionadas: Saúde