Angra na campanha de vacinação contra o sarampo

Primeira etapa termina 25 de outubro, quando crianças a partir de 6 meses e menores de 5 anos devem ser vacinadas

Terça-Feira, 08/10/2019 | Superintendência de Comunicação .

Angra dos Reis participa da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo, organizada pelo Ministério da Saúde em duas etapas. A primeira começou nessa segunda-feira (7) e vai até o dia 25 de outubro, tendo como público-alvo crianças entre 6 meses de idade e menores de 5 anos. Já de 18 a 30 de novembro, o foco serão os jovens adultos entre 20 e 29 anos. As crianças entre 1 e 5 anos e os adultos que já tomaram as duas doses não precisam ser revacinados.

Segundo a Secretaria de Saúde de Angra dos Reis, a vacina está disponível em todas as unidades de saúde do município. Os objetivos da campanha deste ano são ampliar a cobertura vacinal e atualizar a caderneta de vacinação dos grupos que têm maior incidência da doença, garantindo que estejam com a imunização em dia. O esquema vacinal contra o sarampo é oferecido durante todo o ano na rede pública de saúde.

Em Angra, um caso da doença foi confirmado na região do Parque Mambucaba. A área ganhou reforço com uma equipe fazendo busca ativa de crianças não vacinadas nas residências, além de um carro oferecendo a dose de porta em porta.

SARAMPO
O sarampo é uma doença que passa com facilidade de uma pessoa para outra por meio da fala, tosse e espirro. Os principais sintomas da doença são mal-estar geral, febre, tosse, coriza e manchas brancas na mucosa oral. A doença também provoca conjuntivite e se caracteriza por apresentar manchas vermelhas que aparecem no rosto e se espalham por todo o corpo. Notado os sintomas, a orientação é que o cidadão procure a unidade de saúde mais próxima de sua casa.

Pessoas com suspeita de sarampo, gestantes, crianças com menos de 6 meses e imunocomprometidos não devem receber a vacina. Pessoas com alergia à proteína lactoalbumina, presente no leite de vaca, devem informar ao profissional de saúde no posto de vacinação para que recebam a dose feita sem esse componente.



Secretarias relacionadas: Saúde