Angra terá Central de Intérprete e Guia Intérprete

O anúncio foi feito nesta quinta-feira (26), Dia Nacional dos Surdos

Quinta-Feira, 26/09/2019 | Superintendência de Comunicação .

Em breve, Angra dos Reis contará com uma Central de Intérprete e Guia Intérprete para auxiliar surdos e surdocegos. A novidade foi divulgada nesta quinta-feira (26), Dia Nacional dos Surdos, pela secretária de Desenvolvimento Social e Promoção da Cidadania, durante o Ciclo de Palestras realizado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência. O evento aconteceu no Iate Clube Aquidabã e finalizou a programação do Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência (21 de setembro).
- Além da implantação da Central de Intérprete e Guia Intérprete, estamos trabalhando para trazer, no verão, o Projeto Praia para Todos para Angra, que vai possibilitar que pessoas com baixa mobilidade e deficiência possam frequentar nossas praias. A nossa ideia é, no primeiro momento, levar o projeto para a Praia Grande e para a Vila Histórica de Mambucaba. Nossa cidade tem que avançar na promoção de espaços e políticas públicas inclusivas e isso acontece com debates e capacitações como esta – destacou a secretária, parabenizando o evento.
A Central de Intérprete e Guia Intérprete terá sua sede na Secretaria de Desenvolvimento Social e Promoção da Cidadania, no São Bento, e vai contar com dois servidores aprovados em concurso público, que serão convocados. Mediante agendamento, os surdos e surdocegos poderão solicitar acompanhamento em consultas médicas, atendimentos jurídicos, audiências e outras ocasiões necessárias. A prefeitura está finalizando os últimos detalhes para que a estrutura entre em funcionamento em breve.
- Fiquei feliz com essa notícia da Central de Intérprete e Guia Intérprete, que é fruto de uma luta do nosso Conselho e também das pessoas deficientes de Angra dos Reis – destacou o vice-presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência.
Quem também parabenizou a iniciativa foi o presidente do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Conade).
- Neste dia tão emblemático (Dia Nacional dos Surdos), parabenizo a Prefeitura de Angra pelo esforço para a implantação da Central de Intérprete e Guia Intérprete. É sempre muito importante este diálogo entre o poder público e as instituições para os avanços na inclusão – destacou o presidente do Conade, que palestrou sobre “A Lei Brasileira de Inclusão como Instrumento de Empoderamento das Pessoas com Deficiência”.
Participaram do evento, que refletiu sobre os “Quatro anos da Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Lei nº 13.146): avanços e retrocessos na política para a pessoa com deficiência“, representantes da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), Pestalozzi, Associação dos Pais e Amigos dos Deficiente Visuais (Apadev), Associação dos Deficientes Físicos (Adef), Escola Municipal de Educação de Surdos (Emes), além de conselheiros de Saúde, do Idoso e da Assistência Social.
Presente à atividade, o vice-prefeito parabenizou o trabalho realizado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência e se colocou à disposição na luta.
- Qualquer programa de inclusão é sempre bem-vindo. Os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário precisam ter suas ações focadas na inclusão das pessoas com deficiência. Vocês podem contar sempre conosco – finalizou.