Ministro do Turismo visita Angra

A comitiva conheceu os principais gargalos para melhorar a infraestrutura do turismo na cidade

Quinta-Feira, 08/08/2019 | Superintendência de Comunicação .

Uma comitiva formada pelo ministro interino do Turismo, o secretário de Estado de Turismo e o secretário de Estado de Obras esteve em Angra dos Reis, hoje (8), para avaliar uma série de medidas que devem ser implantadas para fortalecer o turismo na cidade.
Acompanhados de representantes da Prefeitura de Angra, eles fizeram um sobrevoo de helicóptero e visitaram alguns locais que necessitam de mais investimentos para que o turismo possa continuar crescendo, como o aeroporto, que precisa ser ampliado, e o bairro do São Bento, local que pode receber uma grande marina. O grupo foi conhecer também a obra de duplicação da Avenida Ayrton Senna, na Praia do Anil, a principal entrada da cidade.
- Tenho certeza de que ao lado do Ministério do Turismo, unindo todos os esforços, vamos elevar cada vez mais esse patrimônio do Brasil, que é Angra dos Reis, a um sítio turístico cada vez mais qualificado. Esse é o objetivo – destacou o secretário de Estado de Turismo, ressaltando a parceria com a prefeitura e que essa ação é uma orientação do governador.
O ministro interino do Turismo frisou que essa ação conjunta poderá potencializar o turismo de Angra dos Reis.
- A pedido do presidente, estamos aqui em Angra há três dias levantando todos os dados, em uma ação conjunta com o Governo do Estado e a Prefeitura. Estamos levantando tudo o que é necessário em termos de infraestrutura, a nossa visão turística e do meio ambiente para colocar Angra dos Reis entre os maiores destinos do mundo – afirmou o ministro.
Após as reuniões, foram identificadas cerca de 40 ações práticas que precisam ser desenvolvidas para “estartar” o potencial turístico local. Essas ações estão divididas entre seis eixos temáticos: infraestrutura/acesso; meio ambiente; segurança; turismo; política urbana; inovação e tecnologia.
Dentre as ações estão reformas e reestruturações do porto, aeroporto e rodovias, o que membros do Ministério do Turismo resumiram como “infraestrutura de conectividade”. Isso envolve, por exemplo, a duplicação da Avenida Ayrton Senna, na entrada da cidade. Outras ações elencadas foram a qualificação profissional de mão de obra local; adaptações na legislação ambiental; reativação do Trem da Mata Atlântica; criação de uma marina no São Bento, para incentivar o turismo na área central de Angra; projetos de saneamento para todos os bairros; segurança, dentre outras.
- Estamos todos juntos, encurtando o distanciamento das esferas e em um trabalho para que a gente avance e tire os entraves que dificultam o desenvolvimento do turismo na nossa região – comemora o presidente da TurisAngra, que acompanhou a comitiva.
O Plano de Ação será apresentado pelo ministro do Turismo, que se licenciou do cargo por alguns dias para votar a reforma da Previdência na Câmara Federal, para o presidente, na próxima reunião ministerial, agendada para terça-feira (13).