Angra dos Reis se mobiliza contra as drogas

Com o tema “Levando a vida numa boa”, diversas atividades foram realizadas para alertar a sociedade sobre o perigo das drogas

Quinta-Feira, 27/06/2019 | Superintendência de Comunicação .

O uso de drogas é um mal social em todo o mundo e a magnitude do problema é tão grave que se tornou um desafio de saúde pública no Brasil. Por isso, Angra dos Reis se uniu ao resto do mundo, nessa quarta-feira (26), para promover ações alusivas ao Dia Internacional de Combate às Drogas, data escolhida pela Organização das Nações Unidas (ONU).
Alunos de escolas das redes municipal, estadual e particular participaram de uma série de atividades culturais, esportivas e de lazer na praça Zumbi dos Palmares, no Centro da cidade, com o tema “Levando a vida numa boa”. Oficinas gratuitas de Desenho, Reciclagem de Jornal, E.V.A, Biscuit, Papel Marchê e Reciclagem, além de atividades como Embaixadinha, Mesa de Ping Pong, Tabela de Basquete, Contação de História, entre outras, foram oferecidas.
- Nosso objetivo foi preencher o dia dos jovens com atividades saudáveis para provar que para ser feliz não precisa estar alcoolizado ou drogado, pois a alegria vem através de coisas boas. Deixo aqui uma reflexão: precisamos olhar mais para as nossas crianças e jovens, pois onde falta o amor de um pai, o abraço da marginalidade se sustenta - destacou a secretária de Desenvolvimento Social e Promoção da Cidadania.
Os alunos do Gol Social também marcaram presença nas atividades e deixaram um importante recado: “A droga estraga a vida da pessoa, afasta a família, deixa a pessoa isolada”, disse Maycon Neves, 11 anos, que participa do projeto no Morro da Caixa D’Água. Opinião parecida tem o estudante Inácio dos Santos, de 9 anos: “quem pratica esporte não pode usar drogas, pois elas não têm nada a ver com saúde”. Além das oficinas, uma grande caminhada chamou a atenção de quem passou pela Rua do Comércio no início da tarde.
- Eu não sabia que hoje era o Dia de Combate às Drogas. Achei importantíssima essa ação, com a participação de tantas crianças e jovens. Talvez seja difícil consertar essa nossa geração, mas podemos conscientizar quem está novo de que a droga realmente é uma droga e não leva a lugar nenhum – disse o pedreiro José Ernando, morador do Areal, ao lado do neto de oito anos, que observava toda a movimentação com muita atenção e admirava a sincronicidade dos instrumentos da fanfarra do Centro educacional Inácio Medeiros (Ceim).

TRABALHO CONTÍNUO
A secretária de Desenvolvimento Social e Promoção da Cidadania explicou que a luta contra as drogas será um trabalho contínuo no município.
- Esta luta não para por aqui. Algumas palestras já vêm acontecendo nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras), com o apoio da Saúde, e vão continuar – informou a secretária.
Para a promoção desta e outras atividades foi formado um Grupo de Trabalho de Políticas Anti-Drogas, composto pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Promoção da Cidadania; Secretaria Executiva de Assistência Social; Secretaria Executiva de Esporte e Lazer; Superintendência de Políticas Públicas; Secretaria de Educação; Secretaria de Saúde; Secretaria de Desenvolvimento Econômico; Secretaria Executiva de Cultura e Patrimônio; Secretaria Executiva de Proteção e Defesa Civil; Superintendência de Mobilidade Urbana; Conselho Tutelar; Conselho Municipal da Criança e do Adolescente e Conselho Municipal de Entorpecentes (Comen).
Em Angra dos Reis, quem necessita de tratamento devido ao abuso de álcool e outras drogas pode contar com a ajuda das Unidades Básicas de Saúde (UBS), dos Centros de Atenção Psicossosial (CAPS I) e dos Centros de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas III (CAPS AD 24 horas). O atendimento conta com equipes multiprofissionais compostas por médico psiquiatra, clínico geral, psicólogo, dentre outros.

REDE DE APOIO:

Hospital Geral da Japuíba – HGJ
Nos casos de dependentes químicos em estado de crise, para controle de sintomas agudos.
Tel: 3368-7929 / 3368-6658

Santa Casa de Misericórdia
Pacientes ficam em observação / cuidado
Tel: 3365-6883

CAPS – I
Tratamento e reabilitação de crianças e adolescentes até 18 anos incompletos
Tel: 3365-5647

CAPS – II
Atendimento a dependentes químicos a partir de 18 anos, com transtornos psiquiátricos
Tel: 3365-7345

CAPS – AD
Atendimento a dependentes químicos a partir de 18 anos
Tel: 3369-7707

Conselho Municipal de Entorpecentes
Tel: 3365-2225

AA – Alcoólicos Anônimos
Reuniões todos os dias, a partir das 19h30
Endereço: rua Nelci Bittencurt Cabral, 189, apt 4, Centro.

Narcóticos Anônimos
Reuniões terças, quintas e sábados
Rua Abílio Silva, nº 670, Morro do Carmo