Educadores concluem Curso de Redução de Desastres

33 profissionais estão aptos a incluírem o tema desastres em conteúdos de ensino

Quarta-Feira, 28/11/2018 | Superintendência de Comunicação .

Aconteceu nesta quarta-feira (28), no auditório da Defesa Civil, o seminário final do Curso de Formação de Educadores para Redução de Desastres, organizado pelas instituições que compõem a Rede de Educação para Redução de Desastres (RED).
Foram capacitados 33 educadores de Angra dos Reis, das redes públicas e particular, que agora estão aptos a incluírem o tema “desastres“ de forma integrada aos conteúdos de ensino, tratando dos principais ameaças (deslizamentos, inundações e nuclear) e vulnerabilidades observadas no município.
O curso foi elaborado por professores da Universidade Federal Fluminense (Instituto de Educação de Angra dos Reis/UFF), em parceria com a Prefeitura de Angra, e contou com a atuação de pesquisadores do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden).
A capacitação teve carga horária total de 80 horas, sendo 56 presenciais e 24 não-presenciais, divido em 14 módulos que abordaram assuntos como Educação Ambiental, Escolas Sustentáveis e Resilientes, Riscos e Planos de Emergência Nuclear, Integração Comunitária e Sistema de Alerta e Alarme, dentre outros.
Os formandos foram certificados pela Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Federal Fluminense (UFF), com registro do curso no Ministério da Educação (MEC).

O que é a RED
A Rede de Educação para Redução de Desastres (RED) é uma iniciativa conjunta de instituições que visa criar e combinar projetos educacionais de gestão do risco de desastres, tendo os atores escolares, agentes locais da defesa civil e saúde e os moradores de áreas de risco como principais parceiros na construção das estratégias e ações adotadas.
A RED surgiu no 2º semestre de 2015 a partir da articulação do Grupo de Pesquisas em Desastres Sócio-Naturais da Universidade Federal Fluminense (GDEN/UFF) com as Secretarias de Educação, de Defesa Civil e de Meio Ambiente da Prefeitura de Angra. No mesmo ano de sua criação, a RED também passou a contar com a parceria do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN Educação) e a partir de 2016, com a parceria do Grupo de Pesquisa em Dinâmicas Ambientais e Geoprocessamento da Universidade do Estado do Estado do Rio de Janeiro (DAGEOP/UERJ) e o Grupo de Estudos da Baía da Ilha Grande da Universidade Federal Fluminense (GEBIG/UFF). A RED também conta com o apoio da Agência de Inovação - Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (AGIR/PROPPi/UFF) e Pró-Reitoria de Extensão (PROEX/UFF) da Universidade Federal Fluminense.