Prefeitura reativará sirenes de alerta e alarme

Equipamentos irão funcionar no período de dezembro a março

Quarta-Feira, 14/11/2018 | Superintendência de Comunicação .

Por entender que as sirenes de alerta e alarme são importantes instrumentos na prevenção de deslizamentos, a Prefeitura de Angra reativará os equipamentos, através de um contrato emergencial. A expectativa é de que entre os meses de maior intensidade de chuva, de dezembro a março, os 20 blocos de sirenes, que atendem a 26 bairros, estejam em funcionamento. Inicialmente, as sirenes foram implantadas pelo Governo do Estado em setembro de 2014, mas desligadas em abril de 2016, por falta de verba.
Nesta terça-feira (13), presidentes de Associações de Moradores das áreas onde estão localizadas as sirenes participaram de uma reunião com representantes da Secretaria Executiva de Proteção e Defesa Civil da Prefeitura de Angra. O objetivo do encontro foi passar informações sobre os novos equipamentos.
- Nosso objetivo é garantir segurança aos moradores das áreas de risco de deslizamento de encostas, no período das fortes chuvas. Por isso, uma das maiores preocupações do Executivo é colocar esses equipamentos em funcionamento o mais rápido possível – explicou o secretário.
Vale ressaltar que constantemente a Defesa Civil de Angra dos Reis promove ações de prevenção e preparação da população para o caso de alguma eventualidade. Uma dessas ações é o envio de SMS de alerta e alarme para números de celulares cadastrados. Também há 30 pluviômetros automáticos instalados em diversos pontos da cidade, com monitoramento das chuvas em tempo real.
Além disso, há parceria com institutos de metereologia que passam informações e tornam possível o monitoramento, também em tempo real, sobre a chegada de nuvens de chuva. A Defesa Civil ainda promove palestras nas comunidades e mantém parceria com os veículos de comunicação, que abrem espaço para a divulgação de informações referentes às mudanças climáticas que possam causar acidentes. Em caso de queda de energia e perda de contato telefônico, há também a parceria com radioamadores credenciados.
A instituição também está providenciando a compra de três sirenes móveis, que funcionam como alto-falantes potentes que são instalados em cima das viaturas e podem, em alguma eventualidade, substituir as sirenes fixas, de acordo com as necessidades dos bairros.