Prefeitura dá o primeiro passo para aderir ao Cartão CDL

Após convênio ser firmado, servidores terão direito a “vale salarial” para ser gasto somente no comércio angrense, ajudando a fomentar a economia

Segunda-Feira, 01/10/2018 | Superintendência de Comunicação .

A Prefeitura e a Câmara dos Dirigentes Lojistas de Angra dos Reis (CDL) deram o primeiro passo para firmar uma parceria onde os funcionários do Executivo Municipal poderão utilizar o Cartão CDL, que vai funcionar como uma espécie de vale salarial a ser gasto somente no comércio angrense. Para que essa ação possa futuramente ser concretizada, o prefeito assinou, hoje (1º), um decreto autorizando aos servidores públicos a consignação mediante adiantamento de remuneração via cartão magnético.
- Esse cartão funciona como um vale salarial permanente, em que os donos de empresas oferecerem aos seus funcionários uma parte do salário deles, que eles próprios definem. A gente fala que é até 30% por lei o adiantamento salarial, para ser gasto somente no comércio de Angra. Não tem custo para a Prefeitura ou empresas oferecer esse benefício aos funcionários – explicou a representante da empresa que gerencia o cartão.
Antes do convênio entre Prefeitura e CDL ser oficializado, o Governo Municipal precisa contratar uma empresa de gerenciamento de consignados, o que deve acontecer em breve.
- Essa iniciativa da CDL é importante e a Prefeitura está apoiando. O cartão tem um limite de gastos para que o servidor não fique endividado. Estamos fazendo mais ou menos o seguinte: na época de dificuldade, farinha pouca, meu pirão primeiro – afirmou o prefeito.
O Cartão CDL é uma das ações que a Câmara dos Dirigentes Lojistas pretende colocar em prática dentro do projeto ‘Desenvolvimento do Comércio’, que consiste na promoção de ferramentas de fomento e geração de vendas.
- Isso vai fazer com que você gire mais a economia, que ela seja mais pujante e, com isso, dê um alento ao varejo que vem passando por uma dificuldade muito grande. Temos poucas receitas no município e, se temos poucas receitas, precisamos manter aquelas que já temos aqui e esse cartão vai ajudar a gente a ter uma estabilidade maior na economia de Angra dos Reis – acredita o presidente da CDL/Angra.
O projeto ‘Desenvolvimento do Comércio’ ainda inclui outras duas iniciativas. A primeira é a assinatura de um ‘Termo de Compromisso’ entre o comércio local e os moradores da Ilha Grande, para trazer de volta para a cidade a renda gerada pelo turismo. Os ilhéus teriam um desconto ao realizar suas compras no continente. A outra ação é a negociação para a instalação, no Centro da cidade, de uma agência do ‘SICOOB Cecremef’, que é uma cooperativa de crédito semelhante a um banco, porém com produtos financeiros mais baratos, onde cada correntista é um sócio cooperado.