Equipe do Proeis resgata vítima de tortura

A ação aconteceu na tarde deste domingo (30), no Parque Mambucaba

Segunda-Feira, 01/10/2018 | Superintendência de Comunicação .

Na tarde de ontem (30), policiais militares lotados no Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis), mantido pela Prefeitura de Angra, libertaram um homem que estava sendo mantido em cárcere privado no Parque Mambucaba.
Por volta das 15h, os policiais receberam informações de que um veículo, com elementos armados, estaria circulando pelo Parque Mambucaba. Após realizar ronda, os PMs encontraram o veículo, que tentou empreender fuga. Os elementos, porém, não obtiveram, pois colidiram com o portão de uma residência.
No carro havia dois homens, mas nada foi encontrado com eles. Os PMs então fizeram contato com o Setor Operacional, que informou que a denúncia dava conta de que os elementos estariam envolvidos em uma ação criminosa contra um homem, mantendo-o em cárcere privado, sob ameaça.
Os agentes de segurança então ordenaram que os suspeitos os levassem até o local indicado. Lá, a PM encontrou um homem gritando por socorro. Ele estava com as mãos e pés amarrados, com fio preso ao pescoço e na janela, de modo que não poderia sentar, muito machucado, com sede e fome.
Após ser libertada e receber os primeiros socorros, a vítima reconheceu um dos homens como o autor das torturas. O acusado informou que estaria devendo três pistolas para a facção e que o alvo da ação criminosa teria o procurado para cobrar a dívida. Todos foram encaminhados para a 166ª DP, onde foi constatado que o veículo utilizado pela dupla era fruto de roubo.