Estiagem prejudica abastecimento em alguns bairros

Saae e Cedae orientam a população sobre a necessidade da economia de água

Sexta-Feira, 28/09/2018 | Superintendência de Comunicação .

A Prefeitura, por meio do Serviço Autônomo de Captação de Água e Tratamento de Esgoto (Saae), informa que, em função da forte estiagem dos últimos meses, as barragens geridas pela autarquia e pela CEDAE se encontram com seus níveis de volumes de água em situações críticas.
A situação está mais grave nas seguintes comunidades: Parque Mambucaba, Belém, Nova Angra e regiões da Japuíba, Vila Velha, Bonfim, Sapinhatubas I, II e III, Camorim, Camorim Pequeno, Água Santa e Praia do Machado.
Segundo o Saae, o problema é agravado pela grande quantidade de usuários que não possuem nenhum sistema de reservação, tais como caixa d’água de, no mínimo, 1.000 litros, portanto não acumulam nem água para o uso diário.
- O Saae continuará com as suas manobras padronizadas em todos os bairros afetados com a escassez de água e está fazendo a sua parte para minimizar o problema para a população – destacou o presidente da autarquia
Ainda de acordo com ele, o Governo fará um investimento de R$ 4,8 milhões para captação e transporte de água para a população do Parque Mambucaba.
- A verba já foi liberada pelo prefeito Fernando Jordão e, no dia 15 de outubro, divulgaremos o projeto para dar início ao processo de licitação. A obra, que vai melhorar o abastecimento de água de todo o Parque Mambucaba, tem a expectativa de ser concluída em 12 meses, a partir da assinatura da ordem de serviço – explicou.

Economia
Algumas simples, mas importantes ações são recomendadas para a economia de água neste período de estiagem: tomar banhos rápidos e manter as torneiras fechadas ao ensaboar; escovar os dentes e fazer a barba, com a torneira fechada; guardar a mangueira e usar a vassoura para limpar passeio e garagem; reutilizar a água da máquina e tanque de lavar roupa; não lavar carros, motos e barcos.
Além disso, a população deve vigiar vazamentos e tomar as medidas necessárias para saná-los rapidamente e, em caso de vazamentos de responsabilidades do Saae ou CEDAE, entrar em contato com os órgãos para sanar o problema.

Endereços do Saae
Sede - Praça Guarda Marinha Greenhalgh, 59 B, Centro – Telefone: (24) 3377-6621 / 3377-6551
Regionais
Japuíba: Rua Francelino Alves de Lima, 98 - loja 2, Belém - Telefone: (24) 3368-4965
Frade: Travessa Vicente Alves Moreira, 63 - Telefone: (24) 3369-4446
Parque Mambucaba: Rua Mário das Graças Toledo, 204 - Telefone: (24) 3362-3779
Serra D’Água: Avenida Saturnino Braga, KM 7, s/nº - Telefone: (24) 3367-7250
Camorim Grande: Rua Irmã Irene, s/nº - Telefone: (24) 3377-7064
Jacuecanga: Avenida dos Trabalhadores, s/nº (em frente ao CEDERJ) - Telefone: (24) 3361-8565
Monsuaba: Rua Mário Natalino Jordão, s/nº - Telefone: (24) 3361-1225
Garatucaia: Rua João Gomes, s/nº - Telefone: (24) 3368-2139
Abraão: Avenida Nacib Monteiro de Queiroz - Telefone: (24) 3361-9990
Endereço da Cedae
Sede
Rua Professor Lima, nº 140 - Centro, Angra dos Reis – Telefone: (24) 3368-7552

Secretarias relacionadas: SAAE