Angra pode fechar convênio com a Universidade de Nova York

Parceria seria para aprofundar pesquisa sobre expansão urbana

Terça-Feira, 25/09/2018 | Superintendência de Comunicação .

Um urbanista e uma arquiteta ligados à Universidade de Nova York estiveram na Prefeitura de Angra, na sexta-feira (21), reunidos com secretários municipais, em busca de uma parceria com o governo municipal para o aprofundamento de um estudo que eles estão realizando sobre expansão urbana.
A pesquisa sobre expansão urbana foi realizada em 200 cidades, em diversos continentes, e agora está sendo apresentada para alguns municípios que se destacaram no estudo em relação ao crescimento populacional. Dez localidades brasileiras foram selecionadas e estão sendo visitadas pela equipe da Universidade. Além de Angra, estão na lista Palmas, Balneário Camboriú, entre outras.
O programa de expansão urbana é uma pesquisa-ação do Instituto Marron de Gestão Urbana, da Universidade de Nova York. Sua missão é fornecer assistência direta aos municípios de cidades em rápido crescimento, para acomodar sua expansão com ações viáveis e imediatas. Sua outra missão é monitorar a expansão urbana global e suas características, em uma amostra global estratificada de 200 cidades.
- Controle da expansão urbana é um de nossos maiores desafios, pois acarretam inúmeros problemas de infraestrutura de uma cidade. Por isso a importância em estarmos avançando na avaliação de um termo de cooperação com uma renovada Universidade como a de Nova York, a qual vem identificando alguns municípios brasileiros onde essa questão é acentuada. A ideia é de montarmos um plano de ação para planejamento da cidade, contando com a experiência dos técnicos da universidade – explicou o secretário de Governo e Relações Institucionais.
Participaram da reunião com os representantes da Universidade de Nova York, o secretário de Governo e Relações Institucionais; o secretário de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade; o secretário executivo de Meio Ambiente; o secretário executivo de Planejamento e Gestão Estratégica e o secretário executivo de Obras.