13ª edição da FITA começa amanhã

Serão 17 dias de evento e mais de 50 espetáculos. Cerca de 5 mil alunos da rede municipal de ensino assistirão gratuitamente as peças da Fitinha

Quinta-Feira, 13/09/2018 | Superintendência de Comunicação .

Um dos eventos mais queridos pelos angrenses, a Festa Internacional do Teatro de Angra (FITA), está de volta e a abertura da 13ª edição, que tem o apoio da Prefeitura, vai acontecer amanhã (14), às 19h30, na tenda para mil espectadores montada na Praia do Anil.
Serão 17 dias de evento, com mais de 50 espetáculos para todos os gostos e idades divididos da seguinte forma: Sessão Mostra de Sucessos, Sessão Cult, Sessão Fitinha, Sessão Comédia e peças gratuitas da 1ª Mostra Paralela. Os espetáculos serão apresentados na tenda da Praia do Anil, no Teatro Municipal Dr Câmara Torres e em outros espaços culturais da cidade. O musical “Forever Young”, dirigido por Jarbas Homem de Mello, terá a responsabilidade de abrir o festival.
Além de oferecer a oportunidade dos angrenses e turistas assistirem a grandes espetáculos pagando partir de R$2,50, a FITA ainda proporciona a cerca de 5 mil alunos da rede municipal de ensino ter seu primeiro contato com o mundo do teatro sem precisar gastar nada. Uma parceria da Prefeitura de Angra com a FITA garante aos estudantes além do ingresso, transporte totalmente gratuito.
Este ano serão três as personalidades homenageadas pela FITA; uma atriz (Regina Duarte), um ator (Tonico Pereira) e um diretor (Amir Haddad). Dono de um humor ácido e uma personalidade excêntrica, a reação de Tonico Pereira ao saber que seria homenageado não poderia ser diferente.
- Eu acho que quando as homenagens começam é porque a gente tá chegando ao fim. Eu penso que é isso que está acontecendo comigo. De qualquer maneira, mesmo chegando ao final, estou muito feliz – diverte-se o ator, para logo em seguida falar sério.
- A interiorização do teatro é sempre importante. É uma visão muito errada achar que no interior não existe nada. Existe muito. Toda a base do nosso teatro brasileiro veio dos folguedos populares. É muito pertinente ter os olhos voltados para uma cidade do interior e fazer dela uma emissora de possibilidades teatrais. Estou muito feliz de participar e conviver com esses grupos e comunidades artísticas – diz Tonico.
Uma novidade nesta edição é a Mostra Paralela que contempla oito montagens amadoras, com produtores e atores angrenses com o intuito de fomentar e valorizar e incentivar a cultura local. Totalmente gratuitas, as sessões acontecem em espaços culturais da cidade. A programação completa pode ser encontrada no site www.fita.art.br .