Autorizada elaboração de projetos para a Cidade Inteligente

Empresas apresentarão estudos que incluem modernização em áreas como segurança, mobilidade urbana e tecnologia da informação

Quinta-Feira, 24/05/2018 | Superintendência de Comunicação .

A Prefeitura, por meio do Conselho Gestor de Parcerias Público-Privadas (CGPPP), divulgou no Boletim Oficial de sexta-feira (18) o chamamento público de estudos do Projeto Cidade Inteligente, que será implantado no município de Angra dos Reis.
Três empresas foram autorizadas a apresentar o estudo: o Consórcio P4 Concessões e Consultoria Eireli-EPP, a Spin Soluções Públicas Inteligentes e a Omatic Engenharia, que terão 60 dias, a contar de 18 de maio, para apresentar os projetos.
Após este prazo, os estudos seguem para a avaliação da Comissão de Análise de Projetos, que vai determinar o melhor modelo para Angra dos Reis. Com a definição, o passo seguinte será a realização de uma audiência pública para que o estudo seja apresentado a toda sociedade.
O projeto Cidade Inteligente envolve áreas como Tecnologia de Informação - com 100% de cobertura de fibra ótica, mobiliário urbano em LED, infraestrutura de rede, telefonia VOIP, praças com internet gratuita e totem multiserviços; Segurança Pública - com videomonitoramento, sistema de câmera interna, sistema de leitura de placas veicular e sistema de gestão de segurança; e Mobilidade Urbana - com estacionamento inteligente rotativo, controle e gestão do tráfego e sistema semafórico inteligente, dentre outras.
- O Cidade Inteligente vai promover modernização, economia de gastos e maior eficiência na gestão pública, integrando dados e informações das mais diversas secretarias. Isso também permitirá que os cidadãos tenham acesso mais rápido às informações – destaca o secretário executivo de Planejamento Estratégico do município.