Monsuaba ganhará duas importantes obras

Convênio com a Transpetro possibilitará o tratamento de 100% do esgoto do bairro e a recuperação da estrada do trevo da Vila da Petrobras até o Tebig

Quinta-Feira, 03/05/2018 | Superintendência de Comunicação .

O prefeito de Angra dos Reis, Fernando Jordão, esteve reunido com o presidente da Transpetro, Antônio Rubens Silva, na manhã de hoje (03), no Rio de Janeiro, para conversar sobre a obra de saneamento da Monsuaba, que vai tratar 100% do esgoto do bairro. Outro assunto abordado foi a recuperação da Estrada da Ponta Leste, no trecho compreendido entre o trevo de entrada da Vila da Petrobras até o Terminal da Baía da Ilha Grande (Tebig).
As obras são antigas reivindicações dos moradores e serão realizadas com recursos da Estatal, através de um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) e das condicionantes arroladas pelo Ibama, por ocasião do licenciamento para a construção do emissário de efluente de água. O encontro foi positivo e, em breve, estará sendo feita a assinatura da ordem de serviço para o início dos trabalhos.
O saneamento da Monsuaba é uma obra que deve durar cerca de oito meses. Trata-se da construção de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), das redes coletoras e elevatória. O trabalho será feito através do Termo de Ajuste de Conduta (TAC), firmado entre a Transpetro e o Inea. A Prefeitura apresentou o projeto e executará a obra.
Já a recuperação da estrada que corta o bairro de Monsuaba, será recapeada com asfalto, terá sua drenagem refeita, alguns muros de contenção de encosta e o meio-fio reconstruídos. Esta obra, que tem duração prevista de quatro meses, será realizada através das condicionantes relacionadas pelo Ibama, quando concedeu a licença à Estatal para a construção de seu emissário de efluente de água.
O prefeito estava acompanhado dos seus secretários de Governo e Relações Institucionais, Alexandre Giovanetti; de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, Cláudio Sírio; de Meio Ambiente, Mário Reis e do superintendente Executivo do Saae, Silvino Gandos. Além do presidente da Transpetro, também participou da reunião o diretor da estatal, Paulo Pechiná.