Prefeitura vai construir novo DPO na Monsuaba

Além disso, o Governo Municipal vai reformar a quadra poliesportiva da escola da comunidade

Quinta-Feira, 19/04/2018 | Superintendência de Comunicação .

Assim como o combinado na reunião de segunda-feira (16) com o prefeito Fernando Jordão, representantes da Prefeitura estiveram na manhã de hoje (19), no bairro da Monsuaba. O secretário de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, Cláudio de Lima Sírio, e o Secretário Executivo de Serviço Público, Felipe Larrosa, percorreram o bairro, junto com representantes da Associação de Moradores e Amigos da Monsuaba (Amam), atrás de um terreno onde o DPO, que até 2011 existia no bairro, possa ser reconstruído.
O lugar escolhido foi um terreno ao lado da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), na entrada da Monsuaba, e as obras já vão começar na próxima terça-feira (24). Os materiais que a prefeitura não tiver em estoque serão fornecidos pela comunidade. A mão de obra será de responsabilidade da Regional da localidade, que também esteve representada na visita de hoje pelo seu administrador, Tico, e o coordenador de área, Heraldo.
- Essa ação aconteceu por determinação do prefeito Fernando Jordão, em uma reunião com os moradores na segunda-feira. Tudo vai ser feito em parceria com a comunidade e vamos tentar concluir a obra o mais rápido possível – ressaltou o secretário de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade.
Depois que o DPO ficar pronto, dois policiais e uma viatura do Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis), pagos pela prefeitura, atuarão no combate à violência no bairro.
Além disso, a Secretaria Executiva de Serviço Público já começou a roçar o mato na estrada que dá acesso ao bairro e está levando para a comunidade a operação tapa-buraco.

Resgate da quadra

Além da reconstrução do DPO, os secretários ainda deram outra boa notícia aos moradores da Monsuaba. A quadra da Escola Municipal Benedito Santos Barbosa, que estava interditada há cerca de 7 anos, pela Defesa Civil, devido a problemas na estrutura da cobertura metálica, passará por uma reforma e os alunos poderão voltar a praticar lá seus exercícios ao invés de utilizar o pátio da instituição de ensino.
A partir do dia 7 de maio os funcionários da prefeitura vão retirar a cobertura que coloca a vida dos alunos em risco e reformarão o espaço, incluindo uma nova iluminação. Assim que possível uma licitação será realizada para a colocação de uma nova cobertura.
- Há muito tempo a quadra não era utilizada e isso é um absurdo, o esporte é uma válvula de escape para essa juventude. Hoje os estudantes fazem suas atividades em um pequeno pátio, tendo uma quadra enorme, sem uso – afirmou Cláudio de Lima Sírio.