Prefeitura retoma Programa Comunidades de Angra

A cerimônia de entrega dos planos de ações aconteceu na manhã desta sexta-feira (6), no auditório do Centro de Estudos Ambientais

Sexta-Feira, 06/04/2018 | Superintendência de Comunicação

A Prefeitura de Angra, por meio da Secretaria de Governo e Relações Institucionais (Secretaria Executiva de Planejamento e Gestão Estratégica), entregou, a representantes de 10 bairros da cidade, o plano de ações do Programa Comunidades de Angra. A cerimônia de entrega aconteceu na manhã desta sexta-feira (6), no auditório do Centro de Estudos Ambientais (CEA), na Praia da Chácara.
O Programa Comunidades de Angra foi criado entre 2001 e 2008 e retomado, neste ano, com a missão de transformar os bairros do município, em parceria com os próprios moradores. Nesta primeira fase estão sendo contempladas as comunidades dos Morros do Abel, Carioca, Santo Antônio, Caixa D’Água, Carmo, Fortaleza, Tatu, além da Sapinhatuba 1, Monte Castelo e Sapinhatuba 3.
- Eu fico feliz de estar retomando este projeto que melhora o bairro para cada morador e lamento que meus sucessores não tenham dado continuidade a ele, pois nossa realidade hoje seria bem melhor. Todos sabem da situação difícil que nós pegamos o município, mas já estamos, neste ano, pensando em investimentos. Nosso objetivo é dar celeridade ao programa e tirar do papel as ações que as comunidades tanto precisam, com apoio da iniciativa privada, que é parceira do município – destacou o prefeito.
O secretário de Governo e Relações Institucionais fez questão de expressar sua alegria pela retomada do projeto que possibilitará dias melhores para os moradores da cidade.
- Com muita alegria, a gente vê a retomada desse projeto Comunidades de Angra, que tanto fez pela cidade. Hoje é um marco na história de Angra dos Reis, pois este é um projeto de transformação, tanto do espaço físico das comunidades quanto da vida das pessoas – enfatizou.
Ouvir os moradores: este é o pilar do Comunidades de Angra, segundo o secretário Executivo de Planejamento e Gestão Estratégica.
- O programa Comunidades de Angra tem o pilar principal de olhar com o olhar da comunidade, ouvindo as necessidades, vontades, expectativas e anseios dos moradores. Isto tráz positivamente muito resultado para a gestão pública – pontuou.
Para o superintendente de Políticas Públicas, a palavra que resume o Comunidades de Angra é oportunidade.
- Oportunidade é a palavra do programa. Oportunidade da gente dar condições melhores para a nossa população, oportunidade da gente dar para os jovens novas perspectivas de futuro, oportunidade do poder público estar mais presente nas comunidades, oportunidade de nós, servidores, fazermos a diferença na vida da nossa cidade – resumiu, agradecendo o empenho de toda a equipe do Comunidades de Angra.
Quem também comemorou a retomada do programa foi o secretário de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, que foi um dos idealizadores do Comunidades de Angra.
- Agradeço ao prefeito e ao secretário de Governo pela coragem de implantar novamente o programa em nossa cidade. O Comunidades de Angra vem ao encontro da necessidade de transformação da nossa realidade – frisou.
A secretária de Desenvolvimento Social e Promoção da Cidadania salientou que Angra é quem ganha com a volta do programa.
- Durante toda a nossa caminhada pela cidade nós ouvíamos muito a solicitação dos moradores para a volta do Comunidades de Angra, que foi um programa de muito sucesso. Então, é com muita alegria que a gente retoma este programa, que é um somatório de ações, com a participação de toda a prefeitura e de toda a sociedade civil – disse.
O representante do Instituto Sapinhatuba de Responsabilidade Social destacou a necessidade do envolvimento da iniciativa privada nesta ação do poder público.
- Esta é uma data histórica para a cidade, que marca a retomada do programa Comunidades de Angra. É preciso que, junto ao poder público, a iniciativa privada construa essa relação junto às comunidades do nosso município visando dias melhores – frisou.
O líder do governo na Câmara parabenizou a iniciativa da Prefeitura.
- Quero aqui parabenizar o prefeito pela retomada do Comunidades de Angra. Este, com certeza, era um grande anseio da nossa população. Espero que, futuramente, outros bairros possam receber o programa – frisou.
Diversos secretários do governo, vereadores servidores e líderes comunitários participaram da entrega do plano de ações.

Comunidades de Angra
O Programa Comunidades de Angra é uma iniciativa da Prefeitura que pretende ampliar o espaço de participação comunitária em direção ao desenvolvimento sustentável do município.
Iniciado em 2007, ao longo de 10 semanas, em fóruns abertos, moradores das comunidades e membros dos programas estreitaram laços de confiança, pensando juntos no futuro das comunidades; planejando e priorizando as ações para buscar uma forma conjunta de administrar a implantação de ações.
O Comunidades de Angra é construído a partir de cinco passos: definição das localidades, conhecimento da comunidades, elaboração de plano de intenções, plano de ações e acompanhamento e reavaliação.