Comunidades de Angra: planejar e agir

Reunião de hoje no Salão Nobre da Prefeitura é passo importante para concluir plano de ação que vai beneficiar as comunidades locais

Sexta-Feira, 02/03/2018 | Superintendência de Comunicação .

O Comunidades de Angra é um programa de transformação com obras, gera infraestrutura e transforma a realidade local; e com capacitação, que gera renda e transforma o futuro da população. Hoje (2) está acontecendo no Salão Nobre da Prefeitura de Angra, um encontro com representantes de comunidades locais para tratar sobre a continuidade do programa Comunidades de Angra. Associações de moradores, diretores de escolas, representantes da Saúde e da Ação Social conversaram com o superintendente de Políticas Públicas, sobre o que cada comunidade precisa, para assim traçar um plano de ação da Prefeitura.
Morros do Abel, da Carioca, Caixa D’água, do Tatu, do Carmo, Santo Antônio e Fortaleza vão ser beneficiados pelo Comunidades de Angra, além das Sapinhatuba I, II e III, que já recebem ações do programa. O superintendente de Políticas Públicas, da Secretaria de Planejamento e Gestão Estratégicas, conta que as operações não devem demorar a começar: “Esperamos que até a próxima semana os representantes das comunidades atualizem as demandas locais para que o plano de ação seja feito imediatamente”.
Sobre a velocidade na execução do trabalho, o secretário explica: “apesar da necessidade de planejamento para que o Comunidades de Angra seja bem feito, há casos que precisam de intervenções urgentes como aconteceu no Morro do Carmo”. O superintendente se refere à reforma no reservatório de água do Morro do Carmo, que teve prioridade por se tratar de uma questão de saúde pública.