Fim de convênio com creches é esclarecido a pais de alunos

Além de pais, funcionários e proprietários e creches e representantes de associações de moradores participaram da reunião

Quarta-Feira, 10/01/2018 | Superintendência de Comunicação

A Prefeitura de Angra, por meio da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, promoveu uma reunião na manhã desta terça-feira (9), na Casa Larangeiras, para esclarecer as mudanças que vão acontecer no sistema de creches do município. Por determinação do Tribunal de Contas do Estado (TCE), sob pena de multa, os convênios com creches particulares vão ser encerrados, pois a prefeitura arca com a maior parte dos valores do funcionamento e a contrapartida das entidades, segundo o TCE, é muito pequena.
Estiveram presentes no encontro, mães e pais de alunos, funcionários e proprietários de creches e representantes de associações de moradores. A decisão não impede que as creches que perderam o convênio continuem funcionando e a prefeitura vai ofertar vagas nas creches municipais para todas as crianças que forem impactadas pelas mudanças. Elas serão realocadas para novas unidades de ensino, de acordo com seus endereços, para que os efeitos sobre essa mudança sejam reduzidos.
De acordo com a secretária de Educação, Ciência e Tecnologia, a prefeitura já trabalha para que novas creches sejam inauguradas nos mesmos bairros onde se localizam as unidades que perderam o convênio: “É uma medida que leva tempo, esperamos que até o meio do ano essas crianças possam voltar a estudar em seus bairros. Isso também pode acontecer antes, mas de qualquer forma, contamos com a compreensão das mães e pais.”
O encerramento dos convênios foi motivo de protestos no bairro Santa Rita do Bracuí. Uma das mães presentes na reunião explica a motivo de não ter participado da ação: “Eu não tive com quem deixar meu filho e não quis levá-lo comigo ao protesto porque achei que não seria seguro. Muitos pais levaram seus filhos e alguns foram agredidos pelos motoristas que foram impedidos de passar. Acredito que os problemas podem ser resolvidos de outra maneira, como está sendo feito aqui hoje.”
É importante esclarecer que o encerramento dos convênios com creches particulares não é uma iniciativa da Prefeitura de Angra, mas sim uma determinação do Tribunal de Contas do Estado. A reunião terminou com o entendimento entre as partes.