Promoção da Igualdade Racial é debatida em Angra

Evento estabeleceu diretrizes para implantação de políticas públicas e entre elas estão o enfrentamento à discriminação em razão de raça, cor e etnia

Quinta-Feira, 28/09/2017 | Superintendência de Comunicação

A última terça-feira, 26, das 8h às 14h, foi dedicada aos debates e deliberações na II Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial de Angra dos Reis, que aconteceu no Auditório da Defesa Civil, São Bento.
O encontro marcou pelas discussões e estabelecimento de diretrizes a serem implantadas em políticas públicas, ações, serviços programas e projetos para promoção da igualdade racial e enfrentamento à discriminação em razão de raça, cor, etnia, religião e origem, em âmbito municipal, estadual e nacional.
A conferência teve como tema central “O Brasil na década de afrodescendentes: reconhecimento, justiça e desenvolvimento”, na perspectiva do enfrentamento ao racismo institucional, subdividindo-se nos seguintes eixos temáticos que foram debatidos: Direito a Igualdade de oportunidades e a não discriminação; Educação em Igualdade e Conscientização; Participação e Inclusão; Acesso a Justiça; Prevenção e punição de todas as violações de Direitos Humanos que afetem a população Afrodescendentes; Sistema Prisional; Direito ao desenvolvimento e medidas contra a pobreza; Educação; Empreendedorismo, emprego e renda; Saúde; Moradia;
E ainda foi debatido: Discriminação Múltipla ou agravada dos Afrodescendentes; Gênero, o que incluirá os direitos sexuais e reprodutivos e a violência obstétrica; Religiões tradicionais de matriz Africanas; Lésbicas gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros – LGBT. O evento foi promovido pela Prefeitura de Angra, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social e Promoção da Cidadania, da Secretaria Executiva de Assistência Social, em parceria com Departamento de Direitos Humanos e Conselho Municipal de Promoção de Igualdade Racial.