Hoje é dia de festa! 32 anos de Casa de Cultura

Aniversário com várias atividades. Música, exposição, artistas na praça e corte de bolo

Sexta-Feira, 25/08/2017 | Superintendência de Comunicação

Parabéns para a Casa de Cultura. Hoje, sexta, 25, é o dia do aniversário da primeira Casa de Cultura do Estado do Rio de Janeiro. Um dos maiores patrimônios históricos e culturais de Angra dos Reis, que celebra 32 anos. E para comemorar a data, a Prefeitura de Angra, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, e Secretaria Executiva de Cultura e Patrimônio, em parceria com vários artistas da cidade, promove uma programação de atividades toda especial.
O público poderá visitar a exposição fotográfica “Coisas de Angra” sob curadoria da AFOCAR, conhecer um pouco da história do prédio com a visita guiada com a professora Ana Maris, às 14h30, apreciar os trabalhos confeccionados durante as aulas de tricô, crochê e bordado, às 15h, e curtir a apresentação musical do artista Bruno Perez, presenciar a inauguração da sala “Brasil dos Reis”, às 18h30, vai cantar parabéns para a Casa de Cultura, com o corte de bolo.
Aproveitando o momento festivo na Casa de Cultura, a Focus Evento levará à Praça Codrato de Vilhena, mais conhecida como Praça do Papão, uma intervenção cultural com apresentação de diversos artistas locais, gratuitamente, com a seguinte programação:
Dia 25, sexta-feira - às 20h, sobe ao palco a banda Oisi, Normandya, Valeriana e Banda Kulha. Já no dia 26, sábado - a diversão começa, às 14h, com contação de história para a criançada com o artista Glauter Barros; às 15h, tem espetáculo com o Quintal do Circo; a partir das 16h, sobe ao palco Edinho Lima, Rafael Bodão, Pedro Brasileiro, Zito Facundez, Fernando Grande, Instrumentice, Banda Itadierê, Banda Sintropia e Rodrigo Camacho e a Turma do Vinil.

Um pouco da história - A Casa de Cultura Poeta Brasil dos Reis, recebeu esse nome em homenagem ao poeta, Brasil dos Reis. O espaço cultural funciona em um sobrado de 1824 e foi fruto da luta do movimento cultural da cidade, liderado por artistas do grupo teatral Revolucena com o apoio da população local, que reuniu muitas assinaturas, para evitar a demolição do casarão, que foi tombado, assim como outros patrimônios históricos do município. João Luiz Gibrail Rocha, então prefeito à época, decretou desapropriação do prédio, cedendo-o para a criação de uma casa de cultura, por meio de um convênio entre a Secretaria de Estado de Cultura e a Prefeitura.

Brasil dos Reis – Nascido em 4 de maio de 1895, Benedito Angrense Brasil dos Reis Vargas, morreu na Santa Casa de Misericórdia, em 22 de abril de 1975. Conhecido como Brasil dos Reis, o angrense é considerado um dos maiores poetas do fluminense. Brasil dos Reis era autodidata, conseguindo por esforço próprio uma invejável cultura literária. Aos 11 anos de idade já fazia versos e escrevia pequenos jornais manuscritos. Além, de poeta era também jornalista e historiador.