Produtos orgânicos à disposição da população

Feira Orgânica e Cultural é lançada. A partir de agora, todos os sábados, os produtores vão ofertar frutas, legumes e verduras orgânicos

Sábado, 01/07/2017 | Superintendência de Comunicação

Foi lançado na manhã deste sábado, 1º de julho, na Praça Zumbi dos Palmares, Centro, a Feira Orgânica e Cultural de Angra dos Reis. E a partir de agora, todos os sábados, das 8h às 12h, agricultores do município, oriundos do sistema de Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (PAIS) e do Programa de Fortalecimento da Cadeia de Orgânicos, passarão a ofertar seus produtos a população, como frutas, legumes e verduras orgânicos, sem o uso de fertilizantes químicos e agrotóxicos.
A iniciativa é um resultado da parceria entre a Prefeitura de Angra, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Secretaria Executiva de Agricultura, Aquicultura e Pesca, com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) do Rio de Janeiro. 28 agricultores familiares do município foram selecionados e tiveram aperfeiçoamento e qualificação do Sebrae-RJ, e metade deles já está participando da Feira Orgânica e Cultural, e a previsão é que em breve mais produtores rurais venham a ser integrados ao programa.
O secretário de Governo e Relações Institucionais, Marcus Venissius Barbosa, esteve na abertura da feira, e salientou que era um dia feliz para Angra, para os agricultores e para a população, que tem agora à sua disposição, produtos orgânicos, que só fazem bem à saúde. “Estamos inaugurando uma feira que Angra ainda não tinha e que já começa com muito sucesso, com a oferta para as pessoas de frutas, verduras e legumes orgânicos, produtos muito saudáveis. Está de parabéns a Prefeitura de Angra e o Sebrae pela parceria, de um programa sustentável e que dá oportunidade de consultoria, treinamento e comercialização aos agricultores da cidade, gerando renda e qualidade na alimentação da população”, disse Marcus Venissius.
O secretário Executivo de Agricultura, Aquicultura e Pesca, Wagner Junqueira, disse que a feira veio para ficar, e com produtos com certificação e selo de qualidade. “A parceria com o Sebrae está proporcionando um momento importante para os agricultores, que agora tem mais renda, com a oferta de produtos de maior qualidade. E em breve, vamos estender o programa certificando mais produtores, aumentando ainda mais a oportunidade para a população de comprar e consumir alimentos orgânicos”.
A produtora Marilis da Conceição, do Zumbú na Serra D’Água, do Sítio Rancho Doce, estava feliz da vida com a oportunidade de expor e vender seus produtos na feira: “Eu estava sem certificação desde 2002, e o PAIS, nesta parceria entre a Prefeitura de Angra e o Sebrae, está nos possibilitando a qualificação necessária para podermos expor e comercializar nossas frutas que viram doces, ovos caipiras, e uma grande variedade de verduras e legumes orgânicos. As pessoas estão adorando”, comentou a produtora. O espaço na feira também está sendo ocupado pela “Artes dos Reis”, grupo de artesãos da cidade, como Vera Lúcia dos Santos, que disse sobre a oportunidade dada ao artesanato da terra: Uma união perfeita. Em um único espaço a gente oferece para as pessoas um artesanato de qualidade, também com produtos oriundos da natureza como as fibras de bananeira, e produtos orgânicos para uma melhor alimentação para a população. A feira, já é um sucesso”, disse a artesã.
Andriele Maia, do Sebrae, disse que o momento era de alegria de conseguir lança a Feira Orgânica e Cultural em Angra: “Estamos muito felizes. Foi um trabalho de 1 ano do Sebrae em parceria com a prefeitura, que através do PAIS qualificou os agricultores. Hoje são 15 produtores, mais o programa vai se estender e a feira vai ficar ainda maior. São todos produtos orgânicos com o certificado de qualidade ofertados para a população, e que geram renda aos agricultores. O lançamento da feira foi um sucesso”, disse a analista do Sebrae.