Dia Mundial de Diabetes

Prefeitura realiza diversas ações no Dia Mundial de Diabetes, 14 de novembro

Terça-Feira, 14/11/2006 | Superintendência de Comunicação .

A Prefeitura de Angra, através da Secretaria de Saúde, realizou nesta terça-feira, em todo o município, em parceria com a Federação Nacional das Associações e Entidades de Diabetes, diversas atividades que marcaram o Dia Mundial de Diabetes, 14 de novembro.
Em todas as unidades de saúde foi feito levantamento do número de pessoas diabéticas, e durante todo o dia, os pacientes que foram às unidades de saúde para fazer qualquer tipo de consulta puderam fazer teste de glicemia ( gordura no sangue), de glicose ( açúcar no sangue), aferição de pressão e responder a um questionário. Dependendo do resultado dos testes, o paciente já saía da unidade de saúde com uma consulta agendada com um especialista.
No Dia Mundial do Diabetes, a Secretaria de Saúde formou o segundo grupo de trabalho com hipertensos e diabéticos, que se reunirá periodicamente no auditório do Centro de Especialidades- antigo PAM, no Centro, na Praça General Osório. O primeiro grupo já se reúne normalmente na Japuíba.
A primeira reunião do grupo do Centro da Cidade foi durante a tarde. Os integrantes participaram de uma integração contando suas alegrias,sonhos, angústias e metas .Os grupos sempre contarão com a presença e apoio de nutricionistas, médicos especialistas, professores de educação física,   psicólogos e qualquer outro funcionário do setor saúde que for necessário para que os trabalhos possam ser realizados com precisão.
Os trabalhos no Dia Mundial foram feitos pela Secretaria de Saúde, através da Coordenação de Doenças e Agravos Não Transmissíveis, da Subsecretaria de Saúde em Vigilância.
            Os interessados devem procurar mais informações no Departamento de Ações Programáticas, da Secretaria de Saúde, na Rua Coronel Carvalho, ou pelo telefone (24) 3377-4563.
            O diabetes é um dos mais graves problemas de saúde pública causado pela falta absoluta de insulina no organismo. Quando isto ocorre a taxa de glicose no sangue cresce enormemente. Em 100 pessoas, de 7 a 9, são portadoras da doença, que também é conhecida como uma das doenças silenciosas.
            Podemos dizer que uma pessoa tem diabetes quando a quantidade de açúcar presente no sangue, chamada de glicose, está aumentada, igual ou acima de 126 mg/dl, se for medida em jejum. Existem diferentes tipos de diabetes. A do tipo 1 é mais freqüente em crianças e jovens. A do tipo 2, que é a forma mais comum da doença, é encontrada principalmente em adultos, sendo que 80% das pessoas que apresentam este tipo tem obesidade.
            O diabetes não controlado pode provocar cegueira, enfarte, derrame, gangrena, doença renal e impotência sexual masculina. Mas todas essas complicações podem ser evitadas e o paciente pode conviver bem com o problema se fizer o tratamento adequado. A prevenção e o controle são os melhores tratamentos para todos os diabéticos.
 
 

Secretarias relacionadas: