Terapia alternativa Lian Gong

Prefeitura oferece gratuitamente terapia composta por 18 exercícios leves para fortalecer músculos

Quarta-Feira, 28/02/2007 | Superintendência de Comunicação .

 
 
Entusiasmo e vontade de procurar meios para dar mais saúde e alegria ao corpo e a mente é o que movem cerca de 80 mulheres que estão participando gratuitamente da terapia oriental Lian Gong oferecida gratuitamente pela Prefeitura de Angra, através da Secretaria de Saúde. A terapia é aberta também aos homens e jovens de todas as idades.
O Lian Gong é uma série de 18 terapias, leves e fáceis de serem executadas, que agradam a todos, porque relaxa e dá alegria. Os resultados terapêuticos positivos logo são sentidos por todos os praticantes. Ela fortalece os músculos, dá flexidadade às articulações e potencilaiza as funções do coração e dos pulmões.
Para se inscrever e participar da terapia basta ir ao pátio do CEAV – Colégio Estadual Arthur Vargas, no Centro, durante as aulas que acontecem de segunda a sexta-feira das 17 às 18 horas e das 18 às 19 horas. Nas terças e quintas-feiras as aulas também são oferecidas das 7h às 8h30.
A terapia foi elaborada e desenvolvida em Shangai, na China, pelo médico ortopedista Dr. Zhuang Yuen Ming, agregando modernos conhecimentos da medicina ocidental aos princípios das milenares artes corporais chinesas. Os exercícios foram trazidos para o Brasil em 1987.
Em Angra, a terapia está sendo realizada pela primeira vez. É uma conquista da área de saúde que tem como o principal incentivador o Secretário Municipal Amílcar Caldellas. Ele explica que a Prefeitura de Angra busca de todas as formas proporcionar saúde de qualidade para a população. Amílcar acredita que esta técnica é eficaz, tal é a aceitação dos praticantes em todas as partes do Brasil onde ela já está sendo ministrada, por ser composta de exercícios acompanhados de música e que não requerem esforços físicos.
_ Em Angra as turmas começaram a ser formadas no dia 8 de janeiro e somente as mulheres é que se inscreveram até agora. Estamos esperando que os homens também venham a se interessar e possam cuidar melhor da saúde como já fazem as mulheres- convida o Secretário.
As aulas estão sendo ministradas pela enfermeira da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Angra , Maria Fumiko Ueti, especializada em terapias orientais. Segundo ela, a Lian Gong vem se revelando como alternativa para tratamentos de fisioterapia de grande valor, prevenindo e tratando todas as síndromes músculos- esqueléticas que tanto afligem às pessoas, como dores lombares, nas costas, nas articulações dos pescoços, pernas, ombros e etc... . Ela explica que fazendo os exercícios, as pessoas também estão fortalecendo as funções do coração e dos pulmões.
Uma das praticantes, Carmen Marques, moradora de Jacuecanga e integrante do Grupo de Terceira Idade do Balneário, fez questão de dar um depoimento. Segundo ela, com apenas duas aulas, as dores que ela sentia no corpo, dimunuíram sensivelmente.
_ Levei um tombo  e não via melhora nas fisioterapias convencionais e nem nos exercícios que estava praticando no meu bairro. Quando soube desta terapia logo me inscrevi e faço questão de dizer que me senti outra pessoa depois de realizar os exercícios. Já estou dormindo e me locomovendo muito melhor. Vale a pena estar aqui com este grupo maravilhoso - afirmou ela.
Com a inclusão desta terapia na rede de saúde, o Secretário  de Saúde espera abrir um novo leque de opções no município,  motivando mais funcionários a se especializarem. O Lian Gong já é um tratamento oferecido também em todas as unidades de saúde de Campinas-SP, no Rio de Janeiro e em algumas cidades serranas. 

Secretarias relacionadas: