Angra na prevenção contra febre amarela

02/02/2017

Secretaria de Saúde desmente boato sobre vacinas vencidas

A Secretaria de Saúde de Angra dos Reis informa que a vacinação preventiva contra a febre amarela segue normalmente e desmente o boato de que algumas doses da vacina estariam vencidas. As doses foram fornecidas pela Secretaria de Estado de Saúde na semana passada e todas elas estão dentro da validade.

– O que provocou esse boato é que, na unidade do Frade, um lote de água destilada, que é usada como diluente para a vacina, estava vencido e já foi trocado, no mesmo dia – explica o médico Eliezer Júnior, diretor do Departamento de Saúde Coletiva, da Secretaria de Saúde do município.

O médico reforça o que a Secretaria de Saúde vem insistentemente alertando: a vacinação contra a febre amarela em Angra dos Reis não é ampla, já que o município não está em região endêmica. Ela é voltada somente para quem vai viajar para Minas Gerais ou alguma região de risco. Em Angra, desde a implantação do sistema de vigilância epidemiológica, há aproximadamente 30 anos, nunca foi notificado um caso de febre amarela. No estado do Rio de Janeiro, só municípios do Norte e Noroeste que fazem divisa com os estados de Minas Gerais e Espírito Santo estão tendo intensificação vacinal, por estarem em áreas consideradas prioritárias.

As mil doses recebidas pela Secretaria de Saúde de Angra foram distribuídas entre as cinco unidades de vacinação do município. Têm sido aplicadas 70 a 100 doses por dia, por local de vacinação. A corrida às unidades de saúde à procura da vacina, além de não se justificar, pode gerar filas desnecessárias e prejudicar aqueles que realmente precisam da dose.

– A vacinação está transcorrendo normalmente. O único problema é que a população tem a ideia equivocada de que ela é ampla e irrestrita, mas não é assim. A vacinação é feita com critério – explica o médico, que adianta que, devido ao aumento da procura, na próxima semana a secretaria municipal irá buscar mais uma remessa de vacina na secretaria de estado.

O posicionamento da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Angra vai ao encontro da recomendação do Ministério da Saúde (MS). Em informe recebido nesta quinta-feira, dia 2, pela equipe de saúde de Angra, o ministério explica que “É importante esclarecer à população que não há motivo para a busca da vacinação de forma indiscriminada em regiões onde não há evidência de circulação ativa do vírus da febre amarela. Nesse caso, devem ser vacinadas as pessoas que irão se deslocar para as áreas afetadas”, diz em nota o MS. O informe reforça que não há vírus circulante da doença no Rio de Janeiro.

A vacina contra a febre amarela não é indicada para crianças menores de 6 meses, imunodeprimidos (casos de portadores de HIV, de câncer ou de tuberculose), portadores de doenças autoimunes, gestantes e mulheres que estejam amamentando nos primeiros 6 meses de vida do bebê. Nestes casos, será necessária a avaliação do risco benefício pelo profissional médico.

Confira os locais e horários de vacinação na rede municipal de saúde de Angra:

CEM JAPUÍBA
Rua Prefeito João Gregório Galindo, S/N. Tel: 3377-8850. Segundas-feiras, das 13h30 às 16h30.

ESF MÓDULO 4 - PEREQUÊ
Rua da Limeira, 130. Tel: 3362-6404. Terças-feiras, das 13h30 às 16h30.

ESF FRADE PRAIAS
Rua Paulo Sodré Nóbrega 36 (Frade). Tel: 3369-6168. Terças-feiras, das 13h30 às 16h30.

CEM CENTRO
Praça General Osório S/N. Quartas-feiras, das 13h30 às 16h30.

CEM JACUECANGA
Rua Doce Bruma Lote 1 (Jacuecanga). Quintas-feiras, das 13h30 às 16h30.